Centurion - São Paulo

Centurión atuará na ponta-esquerda são-paulina em primeiro amistoso do ano (Foto: Ale Cabral/Lancepress)

Ana Canhedo
20/01/2016
07:10
São Paulo (SP)

O São Paulo tem nesta quarta-feira, às 21h (horário de Brasília), seu primeiro desafio na temporada 2016. Em Assunção, no Paraguai, o time comandado por Edgardo Bauza entra em campo para enfrentar o Cerro Porteño, no Defensores del Chaco, em amistoso selado como compensação pela liberação de Diego Lugano ao clube do Morumbi. Mais do que um primeiro teste, Patón terá a chance de conhecer seu elenco.

A base do time titular ainda é a mesma daquele que encerrou o ano, à exceção, justamente, dos gringos. Bauza promoveu a entrada de Ricardo Centurión, seu compatriota, na ponta esquerda e tem injetado confiança no argentino. Além dele, a outra novidade é o lateral esquerdo Eugenio Mena, recém-chegado, que roubou a posição de Carlinhos.

– Patón está disposto a me dar confiança. Isso é muito bom para o jogador, era isso que eu queria encontrar para fazer meu trabalho. Agora tudo depende de mim, fazer o melhor para ficar com a titularidade, estou na posição que jogava no Racing – disse Centurión, em coletiva.

O jovem argentino parece mesmo ter encontrado seu espaço no elenco são-paulino. Na terça, comemorou 23 anos e foi brindado pelo grupo com uma ovada. Justamente nos companheiros ele garante ter se apoiado.

– Todos sabem que aqui, país diferente, é complicado. Com a ajuda dos meus companheiros, dos assessores, hoje estou aqui para que o ano seja bem melhor – completou o jogador.

O teste, porém, não será apenas para Centurión. Bauza poderá observar se seus jogadores colocarão em prática seus pedidos desde que chegou ao Tricolor: organização, compactação e equilíbrio entre os setores da equipe. Foram inúmeros treinos táticos com os 11 escolhidos nos quais parou, explicou e participou.

A única mudança durante o período foi a entrada de Mena no lugar de Carlinhos. Assim, o São Paulo versão Patón terá: Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Mena; Thiago Mendes, Hudson, Michel Bastos, PH Ganso e Centurión; Alan Kardec.

Diego Lugano, motivo da realização do amistoso com o Cerro Porteño, não entrará em campo. O uruguaio viaja apenas na tarde de hoje ao Paraguai para rever o ex-clube. O clima, porém, será oposto ao que encontrou quando desembarcou no Brasil, semana passada. Os torcedores paraguaios prometem “clima de Libertadores” contra o time que lhes “roubou” o zagueiro.

Com seu camisa 5 de espectador, Bauza terá a primeira chance de observar o que lhe espera no Morumbi em ano de Liberadores.