Jonathan Calleri (Foto: Boca Juniors/Javier García Martino)

Jonathan Calleri (Foto: Boca Juniors/Javier García Martino)

Ana Canhedo e Bruno Grossi
19/01/2016
18:07
São Paulo (SP)

Se antes Atlético-MG e São Paulo tinham as mesmas chances de contar com o argentino Jonathan Calleri, o clube do Morumbi agora está muito mais próximo de um acerto com o ex-jogador do Boca Juniors (ARG). Ao LANCE!, o pai do jovem atacante revelou que recebeu a proposta oficial do Tricolor e admitiu que o desfecho da negociação pode acontecer em breve.

- Queremos resolver tudo logo. Pode ser o São Paulo mesmo, já recebemos a proposta, mas de dinheiro eu não falo - disse à reportagem o pai de Calleri, Guillermo.

O jogador deseja passar alguns meses atuando por empréstimo no Brasil porque não tem o passaporte comunitário europeu para já se juntar ao elenco da Inter de Milão. Os italianos estão envolvidos em complexa operação que tirou o atacante do Boca na semana passada por mais de R$ 40 milhões e a participação dos investidores do Stellar Group. O acerto com o Tricolor pode ser concretizado em contrato válido até junho deste ano.  O clube paulista ainda tenta acerto até fim de julho, pensando em possível final da Copa Libertadores. Mas a exigência dos italianos é tê-lo um mês antes.

O grupo entrou nas tratativas por meio do Deportivo Maldonado, equipe uruguaia usada pelo empresário Juan Figer para registrar jogadores, e depois irá repassar Calleri à Inter. A decisão de emprestá-lo no primeiro semestre de 2016 foi um consenso entre todas as partes envolvidas, mas o Boca tenta melar a ida a concorrentes pelo título na Copa Libertadores da América.

Na última semana, Guillermo Calleri falou ao L! sobre o orgulho de ver o filho requisitado pelo técnico Edgardo Bauza para jogar no São Paulo. Outro trunfo tricolor é a bola relação com Juan Figer, que viabilizou a volta de Diego Lugano ao clube. Já o Atlético-MG segue no páreo com força por ter sido o primeiro clube a procurar Calleri, antes mesmo da venda ao Maldonado.