Bruno Grossi e Marcio Porto
08/12/2016
08:00
São Paulo (SP)

A lendária carreira de Rogério Ceni como jogador pode ser representada pelos números atingidos durante 25 anos como profissional, todos pelo São Paulo. O ex-atleta, que iniciará sua trajetória como treinador nesta quinta-feira, foi pioneiro debaixo dos três paus por marcar gols com a mesma habilidade com que defendia. Ceni virou um obstinado e uma máquina de quebrar recordes. Maior goleiro-artilheiro, maior número de jogos por um mesmo clube, vitórias, títulos... Inúmeros! 

A apresentação do Mito como novo técnico do São Paulo será nesta quinta, às 12h (de Brasília), no CT da Barra Funda. Abaixo, você confere as principais marcas atingidas pelo capitão dentro das quatro linhas. São tantos feitos que fica até difícil calcular. Alguns deles estão na história! Outros, no coração do são-paulino. Todos, na conta de Rogério Ceni.

MAIOR NÚMERO DE JOGOS
Ceni disputou 1237 partidas com a camisa do São Paulo e encerra a carreira como o atleta que mais defendeu o mesmo clube na história do futebol. O recorde anterior era de Pelé pelo Santos e foi batido em 2013, quando o goleiro atingiu 1.117 partidas. Ou seja, depois de superar o Rei, Rogério ainda disputou 120 partidas pelo São Paulo. O feito lhe rendeu entrada no Guinness Boook, o Livro dos Recordes. Foram 648 vitórias, 275 empates e 314 derrotas, com aproveitamento de 59,80% dos pontos disputados.

MAIOR NÚMERO DE GOLS
Foram 131 gols na carreira, sendo 61 de falta, 69 de pênalti e um considerado de bola rolando. Também está no Guinness como o maior goleiro-artilheiro da história do futebol. O recorde foi atingido em 2006, quando superou os 62 anotados pelo paraguaio Jose Luiz Chilavert, outra lenda do esporte. A temporada em que Ceni mais marcou foi em 2005, com 21 tentos anotados no ano em que o clube conquistou o Paulista, a Libertadores e o Mundial. Ele começou cobrar faltas em 1997. A Fifa, porém, só reconhece 129 gols.

MAIS VEZES CAPITÃO DE UM TIME
Ceni vestiu a braçadeira de capitão do São Paulo por 978 vezes. Nenhum outro jogador na história do futebol mundial conseguiu tal feito. Isso também ganhou espaço no Livro dos Recordes. O goleiro passou a ser capitão do time em 2002.

MAIOR NÚMERO DE TÍTULOS
Foram 18 pelo São Paulo, levando em conta apenas os oficiais. É o maior vencedor da história do clube. Dentre eles, destacam-se duas Libertadores (1993 e 2005), dois Mundiais (1993 e 2005), três Brasileiros (2006-2008) e uma Copa Sul-Americana (2012), o último de maior relevância. O primeiro como profissional foi a Conmebol de 1994, com o Expressinho comandado pelo técnico Muricy Ramalho.

OUTROS NÚMEROS
No São Paulo, Ceni bateu praticamente todos os recordes possíveis para um jogador. É o recordista de jogos no Brasileirão (575), maior número de vitórias no Brasileirão (279), jogador brasileiro com mais jogos na Libertadores (90), maior número de vitórias na Libertadores (51), mais participações na Libertadores (9), maior número de vitórias no Morumbi (375), goleiro com maior número de assistências (7), artilheiro do time nas temporadas 2005 (21 gols) e 2006 (15 gols)... Ufa! Tudo está na história, que mais parece uma mitologia. Será que ele conseguirá repetir o sucesso no comando do Tricolor?