Bruno Grossi e Marcio Porto
07/12/2016
06:50
São Paulo (SP)

Se acertou a renovação de Hudson, o São Paulo sofre para estender o vínculo de outro volante do elenco. João Schmidt recusou as primeiras ofertas da diretoria, que diz ter enviado a última proposta ao camisa 15, cujo contrato termina em 30 de junho de 2017. Assim, ficará livre para acordar saídas de graça a partir de janeiro e já tem negociações em andamento com times europeus.

O diretor-executivo Marco Aurélio Cunha é quem está à frente das tentativas de renovação e chegou a usar a trajetória de Hernanes no Morumbi para convencer o volante criado em Cotia a permanecer. Schmidt, porém, teme voltar a ficar sem chances como nas três primeiras temporadas no elenco profissional e sonha em retornar à Europa, onde atuou pelo Vitória de Setúbal (POR) por empréstimo entre 2014 e 2015.

Até o momento, quatro equipes já procuraram os representantes do meio-campista, o ex-jogadores Deco e Luizão: os espanhóis do Villarreal, os italianos de Atalanta e Fiorentina e os portugueses do Sporting Lisboa. Dois deles, inclusive, já abriram negociação e deixaram João Schmidt empolgado. O volante tem 23 anos e somente nesta temporada recebeu sequências no Tricolor, somando 31 das 51 partidas que tem no clube.

O salário de Schmidt é considerado defasado pelos empresários pelo tempo de casa – desde 2012 entre os profissionais – e pelo crescimento nesta temporada. E nenhuma oferta feita pelos dirigentes são-paulinos até aqui atingiu o esperado. Por outro lado, os tricolores consideram a pedida do estafe do atleta alta demais e assegura ter apresentado a última carta possível nas tratativas.

Caso a renovação fique inviável, as partes devem apostar em acordo que antecipe e facilite a saída de João Schmidt, mas que também compense o São Paulo financeiramente de forma vantajosa para um atleta promissor, formado no CFA Laudo Natel e que tem 100% dos direitos econômicos ligados ao clube.
Depois de cumprir suspensão contra o Atlético-MG, João Schmidt treinou ontem à frente da zaga titular e deve iniciar a partida de domingo, 17h, contra o Santa Cruz.