Kieza - Bahia

Kieza foi um dos principais jogadores do Bahia em 2015 com 29 gols marcados pelo clube (Foto: Edson Ruiz)

Ana Canhedo e Bruno Grossi
12/01/2016
14:59
São Paulo (SP)

O Bahia não contará com o futebol do atacante Kieza em 2016. Nesta terça-feira, o clube de Salvador divulgou comunicado no qual afirmar que o Shanghai Shenxim, time chinês que detém os direitos do jogador, recusou a proposta baiana pela compra. Com isso, o São Paulo tem o caminho ainda mais livre para negociar com o jogador. O diretor executivo do Tricolor, Gustavo Oliveira, cuida pessoalmente da negociação. 

O acerto com o clube do Morumbi é questão de tempo. Restam, porém, algumas pendências a serem resolvidas. Ainda não se sabe se o jogador será comprado em definitivo ou se chegará por empréstimo. A segunda opção, em primeiro momento, foi refutada pelos chineses.  O tempo de contrato também precisará ser acertado. 


A pedida salarial inicial de Kieza de 250 mil assustou o São Paulo nas conversas iniciais. No entanto, as partes entraram em acordo e o valor foi reduzido.  O atacante chega para sanar a carência do Tricolor no setor com as saídas de Alexandre Pato e Luis Fabiano. 

Kieza defendeu o Bahia de julho de 2014 até dezembro de 2015, marcando 35 gols no período e conquistou o título de campeão baiano do ano passado.  Foi o vice-artilheiro do Brasil em 2015, com 29 gols, atrás apenas de Ricardo Oliveira, do Santos, com 37 tentos. 

Nesta temporada, o São Paulo já acertou a contratação do lateral esquerdo Eugenio Mena, de 27 anos, por empréstimo sem custos, arcando apenas com seus vencimentos, e também do zagueiro uruguaio Diego Lugano, 35, ídolo da torcida e com chegada ao Brasil prevista para a noite desta terça-feira.