LANCE!
27/07/2016
14:45
São Paulo (SP)

Enquanto aguarda a decisão da AFA sobre quem comandará a seleção da Argentina, o técnico Edgardo Bauza segue armando o São Paulo para se recuperar no Campeonato Brasileiro. E, na manhã desta quarta-feira, no CT da Barra Funda, o treinador esboçou pela primeira vez a formação do Tricolor para encarar a Chapecoense, às 11h de domingo, no Morumbi.

Foram quase 90 minutos de um trabalho intenso, dividido em duas partes: uma tática e uma técnica. Na primeira, Patón juntou oito dos prováveis titulares, sem Maicon, Lugano e Denis, e ensaiou marcação adiantada e movimentação intensa do setor ofensivo. A equipe tinha Bruno e Carlinhos; Hudson e Thiago Mendes; Kelvin, Cueva e Michel Bastos; Gilberto.

Carlinhos ocupou o posto do suspenso Mena, expulso contra o Grêmio, enquanto Hudson volta de gancho para ocupar a vaga que foi de Wesley na derrota em Porto Alegre. Por fim, Kelvin pode voltar a ser titular depois de mais de um mês, roubando a posição de Centurión - o argentino pode sair para o Boca Juniors (ARG), mas foi testado como centroavante mais tarde.

Os testes de Bauza promoveram a volta de Wesley no lugar de Thiago Mendes e a entrada de Andres Chavez no de Michel Bastos. O time ganhou mais mobilidade e passou a agredir mais a equipe montada para defender. Chavez aguarda ser regularizado para ir ao banco contra a Chapecoense, mas deu assistência para golaço de Centurión e se alternou entre ponta e referência.

São Paulo deve pegar a Chape no domingo com Denis, Bruno, Lugano, Maicon e Carlinhos; Hudson e Thiago Mendes; Kelvin, Cueva e Michel Bastos; Gilberto

Na segunda etapa das atividades, Patón dividiu metade do gramado em seis setores, com jogadores atacando e defendendo em cada um. Era preciso sair pelo meio, criar tabela nas laterais e cruzar na área. Gilberto teve o melhor desempenho entre os atacantes, marcando golaço de letra. Chavez, de novo, se destacou e anotou em belo voleio.

No fim da manhã, o lateral-direito Caramelo correu em volta dos gramados ao lado do volante Wellington, que iniciou fase de transição após grave lesão no joelho esquerdo apenas três meses e meio depois de cirurgia. Artur, Luiz Araújo e Pedro, que reforçaram o time sub-20 no Brasileirão da categoria na terça-feira, fizeram trabalho regenerativo. O Tricolor venceu o Coritiba por 4 a 0, mas derrota da Ponte Preta para o Internacional tirou as chances da equipe de avançar para a semifinal da competição.