Bauza - São Paulo

Patón não deve treinar o time no CT nesta sexta-feira (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena/LANCE!Press)

LANCE!
03/08/2016
11:43
São Paulo (SP)

Com portas fechadas, mas sem mistério. Assim foi o último treino de Edgardo Bauza à frente do São Paulo, um retrato de toda a passagem pelo clube paulista. Foram 90 minutos de treino sem a presença de jornalistas na manhã desta quarta-feira, até que a entrada foi autorizada e a escalação para pegar o Atlético-MG, às 19h30 desta quinta, foi divulgada.

No jogo de despedida de Patón, o Tricolor deve entrar em campo com Denis, Buffarini, Lugano, Maicon e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Kelvin, Wesley e Michel Bastos; Chavez. A escalação foi a mesma dos testes feitos na última terça, com as estreia de Buffa após regularização na CBF e de Chavez como titular - entrou no segundo tempo do 2 a 2 contra a Chapecoense.

Quando a imprensa entrou no CT, Bauza já pouco participava do treinamento. O técnico apenas observava trabalho em campo reduzido entre os reservas - incluindo Ricardo Centurión, liberado para acertar com o Boca Juniors (ARG) ainda nesta semana. O único momento de preocupação de Patón foi quando Luiz Araújo sofreu entrada dura, gritou de dor, mas logo voltou a treinar.

Pouco depois das 11h, Bauza deixou o campo acompanhado do preparador físico Bruno Militano. No gramado, o auxiliar José di Leo mostrava prancheta para o coordenador técnico René Weber, mas logo seguiu os compatriotas, que a partir de sexta-feira reeditarão a parceria vitoriosa dos tempos da San Lorenzo (ARG) à frente da seleção da Argentina.

O São Paulo reconhece que dificilmente terá o novo treinador para trabalhar já na sexta no CT da Barra Funda. Caberá a Weber e o diretor-executivo Gustavo Oliveira definirem quem aplicará os treinos para o jogo de domingo, às 16h, contra o Santa Cruz, no Recife. Pintado deve ficar como auxiliar e há uma tendência para que André Jardine, técnico do sub-20, comande o time.

Para o jogo de quinta no Morumbi, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor tem dois desfalques por suspensão: o lateral-direito Bruno e o meia Cueva. Há ainda baixas por lesão, como o goleiro Renan Ribeiro (lombalgia), o lateral-esquerdo Carlinhos (tendinite no joelho direito) e o centroavante Gilberto (torção no tornozelo esquerdo).