Matheus Queiroz - São Paulo

Queiroz está no Tricolor desde 2006 e completará 20 anos em 12 de fevereiro (Foto: Divulgação)

Bruno Grossi
11/01/2016
16:30
São Paulo (SP)

O São Paulo está classificado para a terceira fase da Copa São Paulo de Juniores e enfrentará o Figueirense, às 19h de quinta-feira, na Arena Barueri. Na equipe comandada por André Jardine, o volante Matheus Queiroz é um dos atletas mais experientes e completará 20 anos daqui um mês. E, para ele, a Copinha pode ser a última chance de conseguir uma vaga no time profissional.

- Já tenho dez anos de São Paulo e agora é o momento de subir ou então buscar uma nova proposta. Até tenho algumas ofertas para jogar o Campeonato Paulista por empréstimo ou ser emprestado para Portugal. Mas o primeiro pensamento é estar no profissional do São Paulo, é meu maior sonho. Não tem como criar amor em dez anos de casa - confessou, ao LANCE!.

A oferta portuguesa mencionada por Queiroz é do Sporting. O clube de Lisboa tem investido em jovens talentos sul-americanos e a chance de atuar na Europa anima o volante são-paulino, autor de um gol nesta edição da Copinha. A preocupação com a idade "avançada" para os padrões atuais e com o comportamento da torcida tricolor diante de erros dos colegas Lucão e Auro na temporada passada, então, duelam com o sonho de jogar no Tricolor.

- Pronto ninguém está, mas fisicamente, tecnicamente e psicologicamente, estou no meu melhor momento. Foram três Copinhas disputadas, dois títulos da Copa do Brasil (Sub-17 e Sub-20)... Se estou preparado ou não, só o tempo vai dizer, mas acho que tenho uma temporada boa de respaldo. Claro que falta um pouco de força física e da experiência que só os profissionais conseguem ter. Isso só se adquire quando já se está lá - afirmou, antes de prosseguir. 

- Tenho mais dois anos de contrato (vínculo termina em 31 de dezembro de 2017). Só o Gustavo (Oliveira, diretor-executivo) mesmo conversou algumas vezes comigo, quando renovou meu contrato no início do ano passado. Ele disse que se eu fizesse mais uma temporada em bom nível, teria uma chance de subir para o time profissional - revelou.

Copinha - São Paulo x Tiradentes CE
Queiroz comemora gol marcado contra o Tiradentes (CE) na primeira fase da Copa São Paulo (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press)

A confiança de Queiroz sobre uma promoção após o término da Copinha vem do respaldo dado pelo técnico André Jardine. O comandante do time sub-20 frequentemente cita o volante como exemplo de dedicação em campo e até o recomendou à comissão técnica de Edgardo Bauza em entrevista recente.

- Esperava esse apoio (de Jardine), porque ele comenta bastante isso com a gente. Eu fui o jogador que mais atuei na temporada passada toda, foram 43 partidas bem regulares. Foi o ano em que mais me mantive bem. Fiz gols, dei assistências e os títulos ajudam a comissão a olhar melhor. Como todo técnico argentino, ele gosta de raça, vontade e marcação forte. É atualizado, gosta de manter a posse de bola e acredito que possa gostar do meu futebol. Vou manter a raça e a vontade de querer estar entre os principais - prometeu.