Geuvânio - Santos

Geuvânio foi revelado na base do Peixe e está na mira do futebol chinês (Foto: Divulgação / Santos FC)

Guilherme Amaro, Léo Saueia e Russel Dias
14/01/2016
18:02
São Paulo e Santos (SP)

O clube Tianjin Quanjian, da China, comandado pelo técnico brasileiro Vanderlei Luxemburgo, fez uma nova investida pelo atacante Geuvânio, do Santos. Depois de oferecer 8 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões), os chineses aumentaram a oferta nesta quinta-feira, que foi recusada pelo Peixe.

Em uma reunião na tarde desta quinta, em São Paulo, representantes da equipe chinesa ofereceram um valor que não agradou ao Peixe, que pretende receber 20 milhões de euros com a negociação, valor que gira em torno de R$ 100 milhões.

O Tianjin Quanjian, que chegou à casa dos 11 milhões de euros nesta última oferta apresentada, pode subir ainda mais o valor, mas chegar, no máximo, a 15 milhões de euros.

Do total oferecido pelo clube chinês, o Peixe teria direito a aproximadamente 4 milhões de euros, já que tem hoje apenas 35% dos direitos do atleta.

Até 2014, o Santos detinha 70% dos direitos econômicos do camisa 11. No entanto, em manobra realizada pelo ex-presidente Odílio Rodrigues, o Peixe vendeu 35% de sua parte ao fundo Doyen Sports. A diretoria atual não reconhece a venda feita por Odílio e tenta reaver estes 35% na Justiça.

Já o atacante Geuvânio, de 23 anos, ainda não aceitou ou recusou a oferta. Porém, se confirmado que o time comandado por Luxemburgo lhe pagará R$ 1 milhão mensais, o camisa 11 do Peixe deve sinalizar positivamente após os clubes entrarem em um acordo. No momento, ele recebe menos do que R$ 200 mil por mês.

O jogador santista entrou na mira do Tianjin Quanjian após uma recusa do corintiano Alexandre Pato.

Geuvânio foi revelado na base do Santos e passou a ter mais chances no elenco profissional a partir de 2013. Em 2014 e em 2015 ele teve mais jogos como titular e já soma 114 jogos e 24 gols pelo Peixe.