Léo Saueia
14/12/2016
07:05
São Paulo (SP)

O Santos concluiu nesta terça-feira as negociações pelo zagueiro Cleber, que deve chegar ao Brasil nesta quinta para realizar exames médicos. No entanto, além dos R$ 7,4 milhões pagos ao Hamburgo, o Peixe cedeu também a preferência de compra do jovem lateral Daniel Guedes.

O clube alemão, para aceitar liberar Cleber pelos valores apresentados na oferta santista, exigiu como condição ao Peixe pelo negócio ter prioridade de compra na contratação de algum jovem valor do clube e sugeriu duas opções.

Inicialmente, o Hamburgo propôs os nomes de Daniel Guedes e do volante Fernando Medeiros, também revelado nas categorias de base do Santos, mas que recebeu poucas oportunidades nesta temporada. O nome do lateral-direito, contudo, foi o escolhido.

Em reformulação no elenco para fugir da zona de rebaixamento da Bundesliga, os alemães inclusive cogitam a possibilidade de levar Daniel Guedes imediatamente à Europa. Com pouco espaço no Santos, ainda mais após a contratação do também lateral Matheus Ribeiro, o jovem de 22 anos já deu o ok pelo negócio e aguarda o desfecho.

O representante Luiz Taveira, responsável pela contratação de Cleber, é quem está à frente das conversas por Daniel Guedes e já comunicou seu agentes. Ainda não há definição se a transferência será em definitivo ou via empréstimo, mas uma reunião nos próximos dias definirá se o Hamburgo realmente exercerá sua prioridade.

Revelado pelo Santos e profissional desde 2014, quando se destacou na Copinha, Daniel Guedes tem seus direitos econômicos envolvidos em um imbróglio com a Doyen Sports. Em 2014, o ex-presidente Odílio Rodrigues vendeu 25% dos direitos do lateral ao fundo maltês. A atual diretoria, no entanto, não concorda com a venda e tenta reaver a fatia na Justiça.