Mike Audax

Mike foi revelado por Diniz e estreou no Internacional sob o comando de Dorival Júnior, do Santos (Foto: Audax)

Ana Canhedo
29/04/2016
07:25
Sorocaba (SP)

Em 2010, Fernando Diniz optou por subir o atacante Mike ao profissional do Paulista de Jundiaí. O então garoto de 17 anos ficou no clube até 2012, quando acertou com o Internacional como grande revelação. A estreia no clube colorado aconteceu em junho, quando o técnico colorado era Dorival Júnior.

Quatro anos depois e emprestado pelo Inter ao Osasco Audax, Mike quer coroar o padrinho com o título paulista. Quis o destino que, para o sonho se tornar possível, o atacante tenha que bater justamente quem lhe estendeu a mão no passado. Dorival agora é técnico do Santos.

– Ele gosta de jogar para frente, já o enfrentei muitas vezes e minha estreia foi com ele mesmo, vai ser um jogo bom de ver, muito aberto – disse Mike ao LANCE!

Entre Paulista de Jundiaí e Inter, o jogador também passou por Botafogo-SP e Sport, onde participou ativamente da excelente campanha de 2015 no Brasileiro (a equipe terminou em sexto lugar). 

– A situação é meio parecida, sim, ninguém acreditava no Audax desta vez e no Sport diziam que a gente ia brigar para não cair, acabamos sendo líderes várias rodadas, é bom demais poder fazer parte desses momentos pelos clubes – completa.

Mike não titubeia ao falar sobre o cara que mais lhe prestou assistência neste anos de carreira. Foi com Fernando Diniz, tanto no Paulista quanto agora no Audax, que aprendeu e evoluiu como jogador e pessoa.

– Diniz sempre foi assim, meio maluco, cobra bastante da gente, mas todos sabem que é para nosso bem, eu cresci muito com ele, me ajudou demais e sou muito grato por isso.

A gratidão pode virar título em breve. São 17 jogos como titular do Audax e três gols marcados. A 18ª chance deve chegar neste domingo, contra o Santos e Mike promete aproveitar antes de retornar ao Internacional, clube com o qual tem contrato até o fim da temporada.

– Meu foco é o Audax, estamos felizes com essa campanha, mas restam duas partidas e podemos conseguir algo ainda muito maior...

BATE-BOLA COM  MIKE, EM SOROCABA

‘Nossa equipe sempre domina o adversário, cria mais chances’

O estilo de jogo do Audax daria certo nos chamados grandes?
Com certeza sim! Dá para dar certo, nossa equipe domina os jogos, cria mais chances, acredito que nos times grandes, com jogadores de qualidade, com um nível acima, vai criar bem mais chances ainda, vai controlar mais o jogo, vai ficar bonito de ver, como já é por aqui.

Quais as diferenças do Fernando Diniz do passado para agora?
O time evoluiu bastante, antigamente a gente tinha um bom time, o estilo de jogar era parecido só que ele mudou bastante coisa, e eu acho que essa equipe tem mais criatividade, é mais agressiva, produz mais jogadas de gol, faz mais gols, acho que o time dele evoluiu bastante.

Esperava por um Paulista tão bom? Foi uma surpresa?
Foi uma evolução muito grande durante o campeonato, tanto minha, como da equipe, nossa pré-temporada foi muito boa, treinamos bastante e quando fomos estrear a equipe estava bem preparada. A gente sentia.