Torcida do Santos

Santistas devem ser minoria em Osasco (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)

Ana Canhedo e Russel Dias
28/04/2016
11:56
São Paulo e Santos (SP)

Uma falha de comunicação fez com que a torcida do Santos perdesse 2.900 lugares no Estádio José Liberatti, para assistir ao primeiro jogo da final do Paulistão, neste domingo, às 16 horas, em Osasco, contra o Audax. Na Federação Paulista, o acordo feito entre os presidentes dos dois finalistas, Vampeta e Modesto Roma Júnior, era de que o Peixe tivesse direito a 7 mil lugares no primeiro duelo, no entanto só 4.100 foram disponibilizados.

Em apenas um dia, na quarta-feira, a torcida do Santos esgotou os ingressos que foram vendidos a R$ 60 na Vila Belmiro e na sub-sede de São Paulo.
No entanto, o descumprimento do combinado irritou torcedores e dirigentes do Alvinegro, que até então seriam maioria no Estádio José Liberatti, que tem capacidade para 13 mil pessoas.

Segundo o próprio Osasco Audax, houve uma falha de comunicação entre Vampeta e outros dirigentes do clube e que o ex-jogador não teria avisado seus pares do combinado com o Santos.

Para a decisão na Vila Belmiro, no dia 8 de maio, o Santos prometeu dar 700 ingressos para a torcida do Audax e mais um camarote para a diretoria visitante.