Léo Saueia
18/10/2016
13:35
Santos (SP)

A principal crítica ao trabalho do técnico Dorival Júnior por parte dos torcedores do Santos se deve à decisão de escalar reservas em jogos da reta final do Brasileirão de 2015 priorizar a disputa das finais da Copa do Brasil. A perda do título e da vaga na Libertadores gerou incômodo. Agora, quase um ano depois, Dorival revive o dilema que o assombrou: qual time colocar em campo diante do Internacional, nesta quarta-feira, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. A equipe tenta uma vaga nas semifinais após vencer a ida por 2 a 1, na Vila, e segue brigando pelas primeiras posições no Campeonato Brasileiro. 

Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, Dorival Júnior não confirmou o time que entrará em campo no Beira-Rio, mas declarou que seu desejo é escalar os titulares. Porém, a definição será feita em conjunto com o departamento médico, uma vez que jogadores como Lucas Lima, que foi titular no domingo em empate com os reservas do Grêmio, apresentaram em exame níveis de desgaste elevados, correndo risco de lesão muscular.

- Lucas Lima está com CK (enzima creatina quinase) acima de 2 mil. A média dele é 1200/1300. Pergunto para vocês: tiro o Lucas Lima? Mantenho? Jogador importante.. e aí? Depois que acabou, não adianta. Tenho que tomar atitude hoje. Vou manter um dos principais jogadores pra uma decisão mesmo se o DM me posicione o contrário? É difícil ter parâmetro para ter definição. Por dados científicos, muitos dos que entrarão em campo não poderão entrar porque há chances grandes de terem lesões graves. Nem tudo é dado científico. Tenho que transferir isso pra campo e tomar uma decisão. Mas as análises infelizmente virão apenas depois do resultado - explicou.

Além do camisa 10, o também meia Vitor Bueno é dúvida para o duelo desta quarta. Com novo incômodo no músculo adutor da coxa esquerda após 20 dias em tratamento, Bueno, que entrou no segundo tempo contra o Grêmio, deixou a atividade da última segunda-feira antes do fim e virou dúvida para o confronto. Dorival Júnior mantém o otimismo e promete aguardar a escalação de um de seus principais jogadores até o último minuto.

- Ainda não sei sobre o Vitor Bueno. Ele está fazendo exames e o resultado deve sair em uma hora. Pelo desenho, espero que ele esteja em campo. Não pensei em outra situação. Espero ter o Vitor, com certeza.