LANCE!
02/05/2016
08:00
São Paulo (SP)

Contratado pelo Palmeiras, o zagueiro Yerry Mina é visto como uma das principais apostas do futebol colombiano. O jogador de 21 anos, que deve jogar apenas a partir de junho pelo Verdão, é elogiado por conta de sua técnica com a bola no pé, além da qualidade no jogo aéreo. Ele tem 1,93m. O atleta começou sua carreira profissional pelo Deportivo Pasto (COL), em 2013, antes de se transferir para o Independiente Santa Fe (COL), em 2014.

Pelo Santa Fe (COL), ele jogou duas vezes neste ano contra o Corinthians na Libertadores e teve participações elogiadas. Mina chega à Academia de Futebol para ser o titular da defesa alviverde ao lado de Vitor Hugo. Confira as análises de Ivan Caballero, repórter do jornal colombiano AS, e de Gabriel Carneiro, setorista do Corinthians no LANCE! que acompanhou as duas partidas do reforço contra o arquirrival alviverde.

Ivan Caballero, setorista do Santa Fe: 

"Yerry Mina é um jogador com grande técnica, boa qualidade para sair jogando com a bola da defesa e preciso nos passes. Seu jogo aéreo é muito forte, principalmente no ataque, já que marcou constantemente gols de cabeça. É talvez, entre os mais jovens, o defensor com maior projeção da Colômbia, uma grande promessa do futebol colombiano. É muito provável que jogue a Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro. Já atuou também como volante. Não é muito rápido, mas tem bom tempo de bola."

Gabriel Carneiro, setorista do Corinthians no LANCE!:

"Mina fez uma Libertadores muito boa, apesar da eliminação do Santa Fe na primeira fase. É um zagueiro alto, firme, bom no cabeceio. Contra o Corinthians ele foi excelente nas duas partidas, no primeiro jogo na arena ficou mais responsável pela marcação do Lucca e foi muito bem.  

Ele quase não deixou o Lucca jogar, tanto que o Corinthians ganhou no finzinho, com um gol meio atrapalhado, mas foi um jogo em que o sistema defensivo do Santa Fe foi muito bom e Mina foi o principal destaque. E no empate por 1 a 1 na Colômbia, Mina também foi muito bem, levou muito perigo na bola aérea ofensiva. Ele tem um potencial muito grande. Na Colômbia é visto como um jogador não só de seleção, mas uma aposta para a Europa. Ele tem uma qualidade acima da média no país, fez três gols na Libertadores pela boa presença ofensiva e atrás é muito seguro. Esta é uma boa aposta feita pelo Palmeiras."