Torcida em Curitiba

Torcedor do Palmeiras usa sinalizador durante a partida contra o Coritiba (Foto: Cesar Greco)

LANCE!
16/06/2016
15:18
São Paulo (SP)

Alexandre Mattos fez duras críticas aos torcedores do Palmeiras que acenderam sinalizadores no fim da partida contra o Coritiba. De acordo com o diretor de futebol, aquela foi uma atitude de "bandidos", que acabou gerando o gol de empate do Coxa, nos acréscimos, e deve fazer o clube ser novamente julgado pelo STJD.

- Indignação porque o trabalho é árduo. Não pode meia dúzia de bandidos, mercenários... Qualquer palavra que usar aqui é pouco. Isso é proposital. Todos sabem que não pode acender sinalizador. O juiz foi obrigado a dar mais seis minutos e tomamos um gol impedido - criticou o dirigente, à ESPN Brasil.

O Palmeiras vencia o jogo no Couto Pereira por 2 a 1, quando parte da torcida visitante acendeu sinalizadores nas arquibancadas. O árbitro Anderson Daronco relatou na súmula que o jogo ficou quatro minutos parados por isso. Ao todo, foram seis minutos de acréscimos, e Leandro, aos 49, empatou.

- O Palmeiras está tomando providências, vai fazer o que tiver de fazer. Chegou ao nível de eu ter de ir no meio da torcida, ver quem que era. Conseguimos pegar dois ou três e prender. Tem 16 milhões puxando e tem três, quatro, cinco, dez, eu não sei, que são bandidos e estão puxando contra. Esses caras tem de ser eliminados. Não dá para acreditar que são pessoas que queriam coisas positivas. Vamos tomar providências - completou.

Além do problema com os torcedores, Mattos respondeu sobre os erros de arbitragem contra o Palmeiras no Brasileiro - no lance do empate, Evandro, que ajeitou a bola para Leandro, estava impedido. O diretor de futebol disse que, como tem sido feito durante o campeonato, reclamará na CBF.

- É o quinto ou sexto erro seguido. Não queremos ser ajudados, mas não dá mais para ter isso. Desde o primeiro jogo, o Palmeiras quando sente qualquer situação pega o DVD e manda para CBF. Não tem de ficar falando. O erro está aí, é claro. Vamos levando e tentando passar por essa dificuldade. Vai ser mais uma, mas vamos novamente mandar DVD, cobrar uma providência - encerrou, para a rádio Globo.