Brasileirão - Palmeiras x Atlético

Barrios foi titular na estreia do Palmeiras no Campeonato Brasileiro (Foto: Miguel Schincariol/Lancepress!)

Ana Canhedo
15/05/2016
14:35
São Paulo (SP)

Lucas Barrios conquistou a confiança de Cuca e pôde trabalhar embalado nas três semanas de treinos que teve com o Palmeiras. Após recusa ao Paraguai para disputar a Copa América, o centroavante convenceu o técnico de que estava disposto a ajudar o Verdão no Campeonato Brasileiro e foi titular na estreia do time, no sábado, no Allianz Parque, na vitória por 4 a 0 sobre o Atlético-PR. Satisfeito com a chegada de um técnico ''que entende de futebol'', promete lutar para não dar espaço a concorrência.

- Quando chega um técnico que entende de futebol, vê que alguns jogadores estão com problemas. Uma lesão me atrapalhou um pouco, mas eu demonstrei para ele (Cuca) que queria estar no time, muitos falaram que eu ia sair do Palmeiras, mas eu fiz ele sentir que estou comprometido com a equipe - disse, após a goleada alviverde diante do Atlético-PR, em casa.


- Ele sabe e eu também que quando estou fisicamente bem, sou outro jogador. Me sinto forte e contente por ter ganhado uma confiança extra nestas duas semanas. Eu já demonstrei que posso vestir a camisa do Palmeiras, lesão faz parte da carreira de todo o jogador, estamos sujeitos a isso - completou.

Barrios sabe que precisa se manter em forma e com boas atuações para não perder a vaga conquistada entre os titulares, não só para seguir com confiança e de bem com a torcida, mas também para não ser deixado de lado por Ramón Diaz, técnico da seleção paraguaia, que entendeu a recusa do atleta à Copa para se firmar no Verdão, mas que já avisou estar aguardando-lhe para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

- Em time como o Palmeiras, você tem grandes jogadores e se você não joga, alguém vai entrar no seu lugar e vai corresponder. Essa semana nos ajudou a aprimorar a parte física, mostramos isso em campo. Demonstrei em momentos difíceis disposição para ajudar o Palmeiras e quero que esse futebol permaneça até o fim do ano, sairemos comemorando se for assim - finalizou.