Tchê

Tchê Tchê demorou para deixar o Allianz Parque, após estreia pelo Palmeiras, neste sábado (Foto: Ana Canhedo)

Ana Canhedo
15/05/2016
07:05
São Paulo (SP)

Pouco mais de uma hora e meia depois de o Palmeiras golear o Atlético-PR, neste sábado, no Allianz Parque, pela estreia do Campeonato Brasileiro, o curinga Tchê Tchê surgiu na zona mista do estádio. Quando poucos jornalistas ainda trabalhavam no local e todos os jogadores já haviam deixado o vestiário, o estreante do Verdão chegava para contar as desventuras passadas no exame anti-doping feito após o jogo. 

Se dentro de campo Tchê Tchê mostrou habilidade, desenvoltura e muita movimentação, fora dele penou para fazer xixi e ''se livrar'' de uma vez por todas do exame de controle de dopagem. Ele foi o escolhido dentre os atletas do Alviverde para passar pelo procedimento e ''se complicou''. 

- Demorei bastante para fazer xixi (risos). Ah, eu não via a hora de ir para casa, queria ir logo para casa, mas foi complicado (risos) - disse o garoto. 

Recém-contatado do Osasco Audax, Tchê Tchê foi muito elogiado pelo técnico Cuca após a partida, por ajudar o time na junção entre os setores de defesa e ataque. Carismático e ainda se acostumando com o assédio fora de campo, o meio-campista mostrou boa desenvoltura atuando entre os titulares e foi bastante aplaudido pela torcida.

 
- Meus companheiros me passaram tranquilidade, me senti à vontade, me deram apoio desde a minha chegada, torcida maravilhosa, só tenho que agradecer a todos. Fico feliz por eu ter dado certo, mas o importante é a vitória do grupo dentro de casa, não podemos perder pontos dentro de casa - agregou. 

Polivalente, Tchê Tchê vai se revezar em algumas funções dentro do Palmeiras: pode atuar na lateral direita, como volante ou ainda como meia. Em determinados momentos da goleada, estava posicionado na mesma linha de Cleiton Xavier. Em outros, se revezou com Jean pelos lado direito do campo e chegou até mesmo a buscar o jogo pela esquerda. 

- Todos conversaram comigo no aquecimento, para eu ficar tranquilo em campo. Cuca me deu liberdade, claro que com responsabilidade, deu certo e esperamos que continue assim. Ele me passou calma, me deu confiança, disse para eu fazer o que fazia no Audax, jogador novo gosta de correria - finalizou. 

Satisfeito com o que apresentou, Tchê Tchê já passará o domingo de folga em sua casa, em São Paulo, na qual não tem parado nos últimos dias... O Palmeiras se reapresenta nesta segunda-feira, às 15h30, na Academia de Futebol.