LANCE!
14/05/2016
18:49
São Paulo (SP)

Cuca, técnico do Palmeiras, gostou da estreia de sua equipe no Campeonato Brasileiro, neste sábado, no Allianz Parque. Satisfeito com a atuação em especial dos mais jovens diante do Atlético-PR, o treinador está crente que o Verdão dominará o cenário nacional nos próximos anos e espera que o primeiro título da "nova geração" venha já em 2016 - Gabriel Jesus fez dois, Róger Guedes e Thiago Martins ainda marcaram um gol cada. 

- (Matheus) Sales, Thiago, Jesus, jovens... Mesclando com alguma experiência. O Palmeiras tem hoje um time para três ou quatro anos dominando as competições que participar. Deus queira que a gente ganhe neste primeiro ano já - disse, em coletiva de imprensa logo após o 4 a 0, no Allianz Parque. 


Além dos três jogadores citados pelo técnico, o Palmeiras ainda contratou recentemente o polivalente Tchê Tchê, que também teve boa atuação na goleada sobre o Furacão. O garoto de 23 anos parece ter convencido Cuca de que é uma opção definitiva para o time titular. 

- Não deu tempo de falar com ele sobre Audax, mas ele agregou muito a junção dos setores, condução rápida do meio para o ataque. Qualquer segundo que a gente perca, o adversário se fecha. Com Jean, ganha mais segurança, mas perde velocidade. Eles se completaram bem e estão de parabéns - completou.

Cleiton Xavier também esteve em pauta na coletiva do treinador. Sem atuar desde agosto, o camisa 10 voltou ao time neste sábado e comandou o meio-campo palmeirense. Mais um que será lapidado por Cuca para se tornar titular absoluto da equipe.

- Cleiton está com força, treinou muito bem nessas três semanas, temos que dosar a carga de treino, ele vai ter evolução e pegar ritmo de jogo. Eu estou muito contente com o time e com o desempenho deles, o que treinamos foi executado. Até os que não puderam jogar, teriam jogado bem. Temos confiança no nosso grupo, Palmeiras goleou um Atlético organizado, ajustado, primeiro tempo difícil, deu trabalho. Neutralizamos os espaços e fizemos um grande jogo, nos dá confiança. Uma primeira batalha de 38.