Léo Saueia e Thiago Ferri
22/11/2016
13:29
São Paulo (SP)

Assim como aconteceu com Keno, o Palmeiras se prepara para vencer mais uma disputa com o Santos nos bastidores. Alejandro Guerra, meia do Atletico Nacional (COL) que interessa ao Peixe, está perto de tornar-se o quarto reforço do Verdão para 2017. 

A negociação não está sacramentada, mas deixou confiantes fontes ligadas à diretoria do Palmeiras, especialmente na última semana. A informação foi divulgada pelo jornalista Paulo Vinícius Coelho e confirmada pelo L!.

Campeão da Libertadores deste ano, Guerra é prioridade no Santos, mas os valores atrasaram a negociação. Ao Peixe, o Nacional pedia R$ 7 milhões, e a diretoria alvinegra tentava diminuir a quantia. Um representante do clube deve ir ainda nesta semana à Colômbia, mas o Palmeiras está adiantado. Ainda não foi revelado quanto o Verdão está disposto a pagar pelo atleta de 31 anos.


O armador jogará o Mundial de Clubes no fim do ano pelo Atletico para então se despedir. Com 30 jogos e oito gols no ano, Guerra foi um dos destaques do título da equipe colombiana na Libertadores. Ele é venezuelano e defende a seleção do país. Procurado, o clube ainda evita falar no futuro do jogador.

- Vou conversar com a comissão técnica e com o presidente. Ele pode ter recebido algo diretamente, mas a mim não chegou nada por enquanto. Não temos negociações pelo Guerra - disse Victor Marulanda, diretor do Atletico.

Em julho, o jogador havia sido oferecido ao Palmeiras, mas as condições de negócio na ocasião atrapalharam: valor (então R$ 10 milhões) e a disputa da Libertadores pelo Atletico Nacional. Depois disso, o Verdão já acertou com outros dois meias: Hyoran, da Chapecoense, e Raphael Veiga, do Coritiba. Além deles, Keno, atacante do Santa Cruz, é o mais um reforço certo para 2017.