Voleisul/Paquetá Esportes enfrenta o Lebes/Gedore/Canoas em duelo gaúcho da Superliga (Foto: Rafinha Oliveira/Divulgação)

Voleisul/Paquetá Esportes enfrenta o Lebes/Gedore/Canoas em duelo gaúcho (Foto: Rafinha Oliveira/Divulgação)

RADAR/LANCE!
01/12/2015
02:56
Novo Hamburgo (RS)

Depois de cinco jogos já realizados, a sexta rodada do turno da Superliga será concluída nesta terça-feira (01) com o confronto entre os gaúchos Voleisul/Paquetá Esportes e Lebes/Gedore/Canoas. A partida será às 20h, no ginásio do Ginástica, em Novo Hamburgo (RS).  O Voleisul/Paquetá Esportes é o sexto colocado, com nove pontos somados depois de três vitórias e dois resultados negativos. O time de Canoas aparece na nona posição, com sete (dois resultados positivos e três derrotas).

Segundo o técnico do time de Novo Hamburgo, Paulo Roese, jogar em casa é considerado fator primordial, principalmente nesta edição da Superliga, que tem sido considerada a mais equilibrada dos últimos tempos.

- Essa Superliga tem mostrado que nenhum jogo é tranquilo, não importa quem seja o adversário. As equipes estão em um nível próximo, todos estão oscilando em algum momento. Respeitamos muito o time do Canoas, sempre é um adversário duro para nós, mas temos a consciência de que estamos em um bom momento e que jogando em casa podemos vencer. Precisamos primeiro pensar no nosso time, em fazermos uma boa partida, para depois analisar como eles irão para o jogo - disse Roese.


A preocupação do Lebes/Gedore/Canoas, por outro lado, está voltada para o adversário. O técnico Marcelo Fronckowiak alerta para o crescimento do Voleisul/Paquetá Esportes.

 - O time deles tem um ótimo plantel, comandado pelo Rafinha. E conta com uma excelente comissão técnica liderada pelo Paulo Roese. No Campeonato Gaúcho, o tempo não era compatível com a necessidade de resultados dos times participantes, o que é fundamental para apresentar um rendimento satisfatório. Hoje, a equipe conta com tempo de trabalho e mostra que isso dá resultado. Precisamos estar atentos na partida de amanhã, pois o time da Superliga está muito mais forte e entrosado que o time do Gauchão - analisou Fronckowiak.

No Campeonato Gaúcho deste ano, as equipes se enfrentaram quatro vezes, com três vitórias do campeão Lebes/Gedore/Canoas.