Nuzman

Divulgação

LANCE!
11/09/2017
15:17
Brasília (DF)

O deputado federal João Derly (REDE-RS) protocolou nesta segunda-feira um requerimento na Comissão de Esporte da Câmara para convidar o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arhtur Nuzman, para prestar depoimento. O intuito é obter explicações sobre a denúncia de envolvimento do dirigente na compra de votos para que o Rio fosse escolhido sede dos Jogos Olímpicos de 2016, conforme apurou a operação "Unfair Play".

O requerimento está na pauta para ser votado na sessão desta quarta-feira. Vale lembrar que Nuzman, mesmo conduzido à sede da Polícia Federal, no Rio, optou por não abrir a boca.

- Não posso concordar que o esporte seja usado para a corrupção e para a obtenção de vantagens indevidas de quem quer que seja. O presidente do COB deve explicações a toda a comunidade esportiva brasileira e mundial - disse o deputado gaúcho.

No documento protocolado nesta segunda-feira, João Derly, bicampeão mundial de judô, citou que os "os fatos revelados pela operação são de extrema gravidade, indicam um esquema complexo de corrupção envolvendo o Poder Público através do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, empresas privadas através do Arthur Soares (Rei Arthur) e o Comitê Olímpico Brasileiro através do Sr. Carlos Arthur Nuzman".

A operação que atingiu o dirigente brasileiro, de 75 anos e desde 1995 comandando o COB, envolveu o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e o Ministério Público Financeiro da França.