San Lorenzo x toluca

Jogadores de San Lorenzo e Toluca mostraram muita raça durante toda a partida, que terminou 1 a 1 e foi uma das melhores da Libertadores-2016  (Foto: JUAN MABROMATA/AFP)

RADAR/LANCE!
02/03/2016
21:43
Buenos Aires (ARG)

 San Lorenzo e Toluca fizeram um jogo de altíssima qualidade e com muitas oportunidades de gol nesta quarta-feira, no Nuevo Gasómetro, em Almagro, na Argentina, pela segunda rodada do Grupo 6 da Libertadores (do Grêmio). O resultado foi empate de  1 a 1. Isso foi ótimo para os mexicanos do Toluca, que chegou aos quatro pontos. O San Lorenzo marcou o seu primeiro ponto.

O primeiro tempo foi muito bom. O San Lorenzo apresentou maior volume e esteve sempre próximo da área dos mexicanos. O Toluca apareceu bem nos contra-ataques.

Começando em cima e tentando sufocar o Toluca, o time do Papa Francisco chegou com merecimento ao primeiro gol. Aos 11 minutos, o atacante Cauteruccio recebeu um lançamento, entrou na área e sofreu pênalti de Flores. Ortigoza cobrou e marcou.

Só que o Toluca foi muito esperto na saída de bola. Aproveitando que o San Lorenzo ainda estava desarrumando e festejando o gol, o Toluca deu a saída. A bola foi para Flores, que tocou para o ex-Flamengo Bottinelli. Este deu  assistência para Esquivel receber e mandar uma bomba sem chance para o goleiro Torrico, empatando a partida.

O San Lorenzo seguiu desarrumado e só não levou o segundo gol por milagre papal. Após um contra-ataque no qual atacou com três jogadores contra um rival, Bonitelli recebeu sozinho, entrou na área e chutou em cima de Torrico, perdeu um dos gols mais feitos do ano. Depois do susto, o San Lorenzo recuperou o domínio , mas faltou qualidade no arremate.


O segundo tempo não teve gol. mas ocorreram muitas chances para ambos os lados. O San Lorenzo chegou várias vezes na área, atacando muito pela direita e quase marcando numa cabeçada de Más que Ríos salvou em cima da linha quando o goleiro Talavera estava batido, em uma cabeçada de Matos para fora e em chute de Diaz no travessão.

O Toluca teve quatro ótimas chances: duas em chutes de fora da área, uma com Esquivel (que quase na entrada a área chutou para defesaço de Torrico) e outra quando Botinelli chutou, Torrico espalmou e em seguida conseguiu abafar o chute de Trivério. Depois dos 25 minutos o jogo ficou mais preso no meio de campo, mas ainda assim os times criaram boas oportunidades.