Alex

Alex, no momento em que deu o tapa na garrafa (Foto: Reprodução)

RADAR/LANCE!
07/11/2016
13:04
Porto Alegre (RS)

Após a fúria, o gentil pedido de desculpas. Logo após o tapa numa garrafa d'água oferecida pelo massagista Banha, ao ser substituído durante o jogo entre Palmeiras e Internacional, nó último domingo, Alex recuou, se disse envergonhado pela atitude intempestiva e se retratou com o funcionário.

- Estou muito envergonhado. No momento, acabei não vendo quem era. Mas o Banha, pelo amor de Deus... Estou morrendo de vergonha. Ele não tem culpa de nada, claro. Falei com ele no vestiário, foi uma atitude que nada justifica. Mil perdões ao Banha e à sua família, é o mínimo que tenho que pedir.

O experiente meia comentou que esquentou a cabeça pois queria seguir na partida, válida pela 34ª rodada, em que o Inter acabou derrotado por 1 a 0. 

- Nem era o meu rendimento, mas estar perdendo, e todo jogador acredita que pode ajudar. Foi uma atitude que não me lembro de ter tido na carreira. E não foi contra ninguém, apenas algo que o cara faz no calor do jogo. Não gostaria de ter feito isso, pois fica um exemplo para os meus filhos - disse, reiterando o pedido de desculpas a Banha e ao Inter:

- E muito menos com o Banha ali, que só queria ajudar. Já conversei, envergonhado, e tenho que pedir desculpas ao Sport Club Internacional. Foi um erro que prometo não cometer nunca mais.