Leonardo Oliveira

Presidente paranista exaltou novo posicionamento do clube. (Divulgação/Paraná)

Guilherme Moreira
26/02/2016
18:44
Curitiba (PR)

Em véspera de clássico contra o Atlético-PR, o presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, publicou uma nota oficial no site do clube paranaense que provoca o adversário e garante a luta pelo título estadual. O mandatário paranista também exalta a mudança no tratamento do Tricolor.

O dirigente declarou que o bastidor, agora, é diferente. Oliveira prometeu que nenhum jogador sairá pela Justiça, dando a entender o último caso, do ala Rafael Carioca, que não tem conseguido rescindir e deve voltar a vestir a camisa azul, vermelha e branca na temporada.

Além disso, o cartola do Paraná cutucou o rival da partida de domingo, às 19h30, na Vila Capanema. Em janeiro, o presidente do Conselho Deliberativo, Mario Celso Petraglia, ironizou o Tricolor por não emprestar seu estádio ao falar que o clube não precisava de dinheiro e estava com as contas em dia - o problema de atrasos salariais é recorrente desde 2008.

- Depois de muito tempo, as coisas estão mudando no Paraná Clube. Nossa
camisa é forte e tem que ser respeitada. Ninguém mais vai ficar tirando nossos jogadores na justiça. Em hipótese alguma, aceitaremos que diretores de outras agremiações tentem denegrir publicamente a nossa imagem. Principalmente, daquelas agremiações que se esquecem de seu próprio passado, bem recente, por sinal - falou Oliveira. 

O presidente paranista também exaltou a briga com a Rede Paranaense de Comunicação (RPC) sobre os direitos de transmissão do Campeonato Paranaense. O Paraná, no início, não aceitou a proposta de R$ 900 mil e fechou acordo quase um mês depois. Entretanto, o valor seguiu o mesmo.

- Em nosso mandato, o Paraná Clube não vai mais aceitar de cabeça baixa o que querem nos impor. Brigamos até o último momento contra a disparidade das cotas de televisão do Campeonato Paranaense, onde recebemos menos que a metade da cota de Atlético e Coritiba. Aquele time bonzinho que tínhamos nos tornado, não existe mais. Não queremos saber de política. Temos uma grande nação para defender e lutar junto conosco - ressaltou.

Líder do Estadual com 15 pontos, o Tricolor mudou o discurso de que o objetivo é só o acesso à Série A e falou em brigar pelo título paranaense. Apesar da derrota para o Londrina, na quarta-feira, o Paraná segue na frente e espera casa cheia.

- Nossa meta continua sendo o acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Mas quando o Paraná Clube tem a postura que você sempre cobrou, as coisas mudam. E não será uma derrota que nos fará deixar de lutar pelo título.

O valor do ingresso segue o mesmo para o clássico - prática que não estava sendo adotada recentemente. O bilhete mais barato custa apenas R$ 30,00 e a procura está sendo boa por parte dos torcedores. A expectativa é ter mais de 10 mil pessoas no duelo deste final de semana.

- Mantivemos nossa palavra e não alteramos os valores dos ingressos, tabelados desde o início do campeonato. Neste inicio de ano, a Vila vem sendo nosso diferencial. Com muita vibração da arquibancada como há tempos não sentíamos. Provando, mais uma vez, que a voz da nossa torcida é a alma deste clube. E que ela, com certeza, cantará mais forte do que nunca neste domingo - finalizou Oliveira.