Ortega

Ortega provocou rival, mas não atua no domingo, na Arena da Baixada. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
13/03/2016
18:45
Curitiba (PR)

Ansioso para jogar o Atletiba, o atacante Jorge Ortega não vai poder disputar o jogo contra o Atlético-PR no domingo, às 16h, na Arena da Baixada. O jogador paraguaio foi expulso e está fora do clássico.

Entretanto, a vontade ficará para a próxima. Aos 22 minutos do segundo tempo, Ortega avançava com a bola e foi derrubado pelo zagueiro do J. Malucelli. O juiz José Mendonça da Silva Júnior viu simulação, amarelou novamente e expulsou o atacante paraguaio.

- Oscilamos nessa hora, demoramos para assimilar o fato de ficar com um a menos. Se não foi falta no Ortega, não foi simulação. Não era para ser expulso. Ele se entrega, vinha sendo agarrado durante o jogo. Foi um erro e não concordo - criticou Gilson Kleina, técnico coxa-branca. 

Na última semana, após ser importante em sua estreia no triunfo diante do então líder Paraná, inclusive cavando um pênalti inexistente, o centroavante aproveitou para comentar sobre a expectativa de atuar contra o Furacão. Na ocasião, o jogador comentou que o rival era freguês.

- Não me preocupa (provocar). Acho que vai ter muita polícia lá. Se não tiver, estarei morto. Estou motivado, quero jogar sempre, o clássico será uma partida muito importante - comentou na época.

Tendo um (belíssimo) gol frente o Atlético-PR no currículo, pela Sul-Americana de 2015, quando atuava pelo Sportivo Luqueño, Ortega sabe que não é querido pelos atleticanos. E não vê problema nessa relação.

- O torcedor se manifesta pelo Twitter, pelo Instagram. Sempre estão falando comigo, dizendo muita coisa, é normal. Foi um gol lindo e eles ficaram brabos - falou.

Após dois jogos, Ortega não ficará à disposição da comissão técnica. Kleina aguardará a evolução de Kleber Gladiador para poder usar um centroavante de referência no Atletiba. No elenco não existe outra opção semelhante.