Campeonato Brasileiro SerieB - Parana x AmericaMG (foto:Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

Gol alivia pressão no Durival de Britto  (foto:Foto: Geraldo Bubniak/AGB)

RADAR / LANCE!
14/11/2015
23:26
Curitiba (PR)

Ainda não foi desta vez que o América-MG pôde comemorar o fim de sua agonia na Série B do Brasileirão. Um gol chorado de Lúcio Flávio no primeiro tempo decretou a vitória por 1 a 0 do Paraná no Durival de Britto na noite deste sábado, pela 36ª rodada, e "adiou" por uma rodada o sonho do Coelho de garantir matematicamente o acesso à elite.

Lidando com a pressão do rebaixamento e de ameaças de integrantes de uma facção, o Paraná partiu para frente aos trancos e barrancos. Logo aos oito minutos, Ricardinho entrou na área e carimbou a trave.

Até, aos 11 minutos, um gol chorado abrir o placar. Após cruzamento de Henrique, Ricardinho cabeceou na trave e, na sobra,  Lúcio Flávio definiu. Diante de um adversário apático, os paranistas ainda tiveram chances de ampliar desperdiçadas por Rafael Costa e Henrique.


O América-MG buscou uma postura ofensiva na volta do intervalo. Apostando especialmente em jogadas pelas pontas, a equipe viu Marcelo Toscano exigir Marcos em batida da pequena área e em cabeçada.

Em seguida, Ricardinho arriscou, mas a bola passou rente à trave. Aos poucos, o Paraná foi contendo os ânimos do Coelho, e chegou a ter a oportunidade de ampliar, com Lúcio Flávio, salva por Rafael Costa. Porém, o triunfo por 1 a 0 já era suficiente para levar alívio aos presentes no Durival de Britto, que viram a equipe se afastar da zona da degola.

MACAÉ TEM VITÓRIA ELETRIZANTE FORA DE CASA E "RESPIRA"

O encerramento da 36ª rodada da Série B foi marcada por uma partida para lá de movimentada e com tons de dramaticidade. Em pleno Serra Dourada, o Macaé esperou até os 43 minutos do segundo tempo para garantir uma vitória por 4 a 3 sobre o Atlético-GO, e "respirar" fora da zona de rebaixamento.

A equipe, que chegou a ostentar uma vantagem de 3 a 1, graças a gols de Wagner Carioca, Anselmo e Pipico, viu o Dragão buscar o empate com gols de Arthur aos 27 e Éder Sciola, aos 39. Em meio ao drama, coube a Juninho definir a vitória macaense.