Romário

Romário voltou a criticar Marco Polo Del Nero (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Estado)

RADAR/LANCE!
06/01/2016
15:55
Brasília (DF)

O retorno de Marco Polo Del Nero à presidência da CBF fez Romário se manifestar. O senador utilizou as suas contas na rede social para mais uma vez criticar a atitude do mandatário, afirmando que a CBF precisa de uma limpeza geral para que exista renovação.

- Galera, o ano virou mas as falcatruas do futebol brasileiro seguem como antes. Marco Polo Del Nero reassumiu a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), depois de ter sido substituído por um breve período pelo deputado federal Marcus Vicente. No plano engendrado por Marco Polo, independente dele estar licenciado, ele continuaria dando as cartas na entidade. Porém, notícias informam que seu sucessor interino estava querendo independência demais. Del Nero, então, retomou rapidamente o cargo e deve indicar, em breve, alguém de sua confiança, o recém eleito vice-presidente Coronel Nunes.  É como eu digo, só uma limpeza geral será capaz de renovar a CBF e oferecer um novo início para o futebol brasileiro. Nosso mais amado esporte não pode continuar sendo comandado por uma quadrilha que tomou de assalto o futebol. Del Nero seguiu a escola de Ricardo Teixeira e José Maria Marin, este último já está preso. Del Nero já foi indiciado pelo FBI, é investigado pela FIFA e deve ser banido do futebol. Ainda assim, não tem a honradez de poupar o futebol brasileiro de tanta vergonha - declarou.


Romário é um crítico ferrenho da atual cúpula da CBF desde que José Maria Marin, que atualmente está preso nos Estados Unidos, era presidente. No fim do ano passado, durante depoimento de Marco Polo Del Nero na CPI do Senado, o ex-jogador, que preside a comissão, chamou o atual mandatário da entidade máxima do futebol de ladrão e mentiroso.