LANCE!
19/10/2016
15:54
Amir Somoggi

"Os clubes de futebol em todo o mundo têm na folha salarial seu maior custo. Não é diferente no futebol brasileiro. Mas infelizmente os balanços dos clubes não apresentam dados tão claros sobre essa importante rubrica, como por exemplo nos clubes europeus.

Pelos meus cálculos os 20 clubes que participam da série A 2016 mais o Vasco da Gama gastaram em 2015 cerca de R$ 1,5 bilhão em salários, direitos de imagem e arena. Esse valor representa cerca de 60% dos custos com futebol dos clubes. Um índice baixo, o que me faz crer que está aquém da realidade.

Pelas análises históricas que tenho realizado esse índice deve estar próximo a 70% dos custos com futebol, algo em torno de R$ 1,8 bilhão no ano passado.

Em 2015, Cruzeiro liderou com a folha salarial mais alta do futebol brasileiro, seguido por Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Internacional. Todos gastam mais de R$ 10 milhões por mês com a remuneração de seus atletas.

Em geral os que mais gastam são os que se saem melhor nas competições. Mas isso em tese, já que o péssimo desempenho de São Paulo e Internacional neste ano demonstra que nem sempre gastar muito significa gastar bem.

São sem dúvida os times mais ineficientes do futebol brasileiro da atualidade."


*Amir Somoggi é consultor de marketing e gestão esportiva e Especialista em Análise Financeira da Academia LANCE!