Paulo Victor Reis
06/08/2016
20:22
Cariacica (ES)

O Flamengo chegou. Depois de tanto perseguir o G4 do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro entrou no grupo dos quatro primeiros e também assumiu a liderança da competição. Na noite deste sábado, o time de Zé Ricardo venceu o Atlético-PR, por 1 a 0, e agora terá de secar os rivais para permanecer na ponta ou, pelo menos, entre os primeiros, ao fim da décima nona rodada. O meia Mancuello foi o herói do confronto, com um golaço de letra.

Empurrado pela torcida, o Flamengo logo partiu para cima do Atlético-PR. O Rubro-Negro carioca teve maior posse de bola no início da partida, mas não conseguiu criar grandes chances. Após ser pressionado, o Furacão reagiu e equilibrou o jogo, cadenciando os lances.

Sempre perigoso, o atacante Walter foi quem esteve mais perto de balançar a rede no primeiro tempo. Ele arriscou um lindo chute de fora da área, encobriu o goleiro Alex Muralha, mas acertou a trave.

Por volta dos 30 minutos, o jogo ficou um pouco monótono, com tentativas frustradas de ataque de ambos os lados. Isolado na frente, Guerrero não conseguiu ajudar o Rubro-Negro. Fernandinho foi um dos mais participativos, porém não criou lances de perigo. O Furacão, por outro lado, tentava sair em contra-ataques. A tática também não deu certo, e as equipes foram para o intervalo com o 0 a 0 no placar.

A segunda etapa começou em um bom ritmo, com oportunidades. Guerrero teve a melhor delas. O camisa 9 foi lançado por Mancuello, driblou o goleiro Santos, mas demorou a chutar e desperdiçou boa chance de gol para o Flamengo.

O time carioca seguiu insistindo e chegou ao gol com Mancuello. Na verdade, um golaço. Fernandinho fez uma boa jogada na ponta direita, após ganhar uma bola na raça, e chutou cruzado para a área. O meia argentino surgiu como centroavante e desviou de letra para o fundo da rede. 

Após sofrer o gol, o técnico Paulo Autuori mexeu e buscou o empate. O Flamengo fez o que pôde para se defender e conseguiu, mesmo sob pressão. A torcida gostou do que viu e passou a sentir, mais forte, o tal “cheirinho“ de título. A brincadeira caiu no gosto popular e começa a ganhar força.

FLAMENGO 1 X 0 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES)
Data-hora: 06/08/2016, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartões amarelos: Pablo, Léo, Santos e Hernani (CAP), Chiquinho e Arão (FLA)
Público: 17.139 pagantes e 19.036 presentes

Gol: Mancuello, 15'/1°T (1-0)

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Chiquinho; Márcio Araújo, Arão e Mancuello (Cuéllar, 48'/2°T); Everton, Fernandinho (Thiago Santos, 31'/2°T) e Guerrero (Felipe Vizeu, 46'/2°T). Técnico: Zé Ricardo.

ATLÉTICO-PR: Santos, Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani e Vinícius (Lucas Fernandes, 22'/2°T); Marcos Guilherme (Luciano Cabral, 22'/2°T), Pablo e Walter (André Lima, 26'/2°T). Técnico: Paulo Autuori.