Lateral do São Paulo minimiza sondagem do Fla: 'Estou feliz aqui'
Marcio Porto
16/11/2015
12:37
São Paulo (SP)

O lateral direito Bruno, do São Paulo, confirmou nesta segunda-feira interesse do Flamengo em contratá-lo para a próxima temporada. A informação foi divulgada pelo LANCE! nesta segunda. O jogador declarou, em entrevista coletiva, no CT da Barra Funda, que pretende cumprir o contrato com o clube tricolor, mas adotou o tradicional discurso de deixar o assunto para o seu empresário, Eduardo Uram. 

- A gente fica sabendo sim (do interesse), mas eu nem me aprofundo, estou muito feliz aqui, gosto de todos, minha intenção é ficar aqui muito tempo, mas deixo isso pra eles resolverem (clube e empresário)  - afirmou Bruno.

- Eu estou com a cabeça no São Paulo, tenho mais um ano de contrato, estou muito feliz, isso não é comigo, deixo com meu empresário e o São Paulo resolverem. Mas sou atleta do São Paulo e estou muito feliz aqui - emendou.

Recentemente, a diretoria do São Paulo teve uma conversa com o agente de Bruno. Foram discutidos alguns assuntos, como a situação do volante Maicon, hoje no Grêmio – Uram também o representa. E nesta conversa o São Paulo foi informado do interesse do Flamengo no lateral-direito. Houve uma procura da diretoria do clube carioca, que ainda terá de vencer a eleição do próximo dia 7, mas se mantém alerta ao mercado.


A partir daí, a situação deve se desdobrar da seguinte maneira: ou os dirigentes oferecerão um novo contrato ao jogador, aumento e/ou extensão do vínculo que termina no fim do ano que vem, ou terão de ser firmes caso não queiram perdê-lo.

Bruno chegou ao São Paulo no início deste ano, contratado do Fluminense por cerca de R$ 1 milhão. Em crise financeira, o clube contraiu dívida para ter o reforço pedido pelo então técnico Muricy Ramalho. Também atrasou salários algumas vezes, até quatro meses acumulado.

O lateral de 30 anos, por outro lado, faz temporada regular. Disputou 48 dos 67 jogos do time no ano, a maioria como titular. Não marcou gol, mas se fixou na posição.

A lateral-direita é preocupação para o clube, já que a outra opção para o setor, o garoto Auro, não é unanimidade e também pode ser negociado.