HOME - Inglaterra x França - Amistoso internacional - Policiais em Wembley (Foto: Justin Tallis/AFP)

Policiais fazem a vistoria no Estádio Wembley (Foto: Justin Tallis/AFP)

Mário Boechat
17/11/2015
16:18
Londres (ING)

O amistoso entre Inglaterra e França nesta terça-feira, no estádio de Wembley, esteve para ser cancelado diante dos atentados a Paris na última sexta. Três dos ataques foram nas proximidades do Stade de France, onde os gauleses encaravam a Alemanha, e um terrorista tentou entrar no estádio, mas foi identificado por guardas que faziam a revista dos torcedores. As explosões puderam ser ouvidas de dentro do campo.

Diante disso, o amistoso desta terça passou a ser um possível alvo de novo ataque dos fundamentalistas e terá o maior esquema de segurança já visto o mítico estádio inglês.

No mesmo período em que será realizado o grande jogo, ocorre em Londres o Wyscout Forum, um dos mais importantes eventos entre agentes e clubes do mundo do futebol. Nele está o brasileiro Marcelo Robalinho, que é empresário de jogadores. Por coincidência, ele está hospedado no mesmo hotel que os jogadores franceses.

Robalinho, em entrevista exclusiva ao LANCE!, revelou como está o aparato de segurança no hotel Hilton, que fica praticamente acoplado ao estádio Wembley, local da partida.

- A delegação da França está nos últimos dois andares do hotel. Se você chegar agora lá, não saberá nem que existem esses dois andares. Os jogadores estão completamente isolados do restante dos hóspedes - comentou o agente:

Hotel Hilton London Wembley (Foto: Reprodução/GoogleMaps)
Hotel Hilton fica perto do Wembley (Foto: Reprodução/GoogleMaps)


- Uma prova do aparato montado é que encontrei por aqui um diretor de um clube, que revelou um atleta do atual elenco da França. Ele foi barrado pela segurança e não pôde falar com o jogador. Não há clima amistoso aqui no hotel. Não há imprensa, familiares, pessoas dos clubes aqui, como geralmente ocorre em amistosos. Pela noite, só hóspede é permitido entrar no saguão, que é uma área geralmente aberto ao público. Mas ele está fechado.

O empresário falou também sobre o entorno do hotel e do estádio nestes dias pós-ataques terroristas à França, país ligado à Inglaterra pelo canal da Mancha.

​VEJA IMAGENS DO ENTORNO DO WEMBLEY (Fotos: Marcelo Robalinho)

- Cheguei no domingo a Londres. Desde que os franceses chegaram, nesta segunda, a rua do hotel está fechada. Tem helicóptero rondando o estádio, provavelmente fazendo uma varredura dos torcedores que vão chegando para o jogo.

Não se sabe ainda se os ingleses vão cantar a Marselhesa durante o hino francês, como foi noticiado pelo "The Guardian" nesta segunda-feira, como homenagem aos cerca de 130 mortos nos ataques. No entanto, a rivalidade entre os dois países e dos povos pode impedir este ato. Mas o sentimento no entorno do estádio parece ser outro.

- O sentimento que vejo nas ruas é de nacionalismo, mas não apenas em relação à Inglaterra. Vejo torcedores com as duas bandeiras, o que é bem interessante. O Wembley está pintado com as cores da França. Não acredito que terá rivalidade nesta terça-feira.