Löw lamentou o ocorrido na capital francesa nesta sexta-feira (Foto: AFP)

Löw lamentou o ocorrido na capital francesa nesta sexta-feira (Foto: AFP)

LANCE!
13/11/2015
22:20
Paris (FRA)

O técnico Joachim Löw revelou que todos da Alemanha ficaram chocados ao saberem dos atentados em Paris, que já vitimou dezenas de pessoas. No entorno do Stade de France, onde ocorreu o amistoso contra a França, duas granadas explodiram e mataram três pessoas, conforme confirmou o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noël Le Graët.

- Estamos todos abalados e chocados. Para mim, pessoalmente, o jogo e o esporte perdem importância. Estamos perdendo - disse o treinador, à TV alemã “ARD".

Dentro do vestiário, o sentimento foi de medo, conforme revelou o diretor Oliver Bierhoff.

- Houve uma grande incerteza, um grande medo e um sentimento estranho dentro do vestiário. Foi perceptível o quão chocado estavam os jogadores. Eles pegaram seus telefones e imediatamente ligaram para casa.

Segundo a "Sky Sports" da Alemanha, os jogadores germânicos ainda estão no estádio, duas horas depois da partida contra a França ter terminado.

Durante o segundo tempo, o presidente da França, François Hollande, teve que sair do estádio por medidas de precaução após as explosões das granadas.

Boa parte do público presente no Stade de France ficou no estádio e invadiu o gramado após o término da partida por segurança. Alguns dos portões foram bloqueados pela polícia, que só conseguiu esvaziar o local após mais de uma hora após o término do duelo.