Felipão - Técnico do Guangzhou Evergrande

Felipão ficou sabendo da tragédia ao desembarcar no Brasil na madrugada da quarta (Foto: AFP / KAZUHIRO NOGI)

RADAR/LANCE!
30/11/2016
15:35
Rio de Janeiro (RJ)

Ciente da tragédia com o avião da Chapecoense ao desembarcar no Brasil na madrugada desta quarta-feira, Luiz Felipe Scolari fez questão de se pronunciar afim de prestar solidariedade e demonstrar seu pesar com as vítimas. 

- Gostaríamos de manifestar o nosso apoio aos familiares, à direção, a todos os atletas e aos sobreviventes desse trágico episódio. Dizer a todos que nós do Guangzhou, comissão técnica, atletas e dirigentes nos colocamos à disposição da Chapecoense e das pessoas para que a gente possa também dar esse apoio. Não apenas com abraços, com carinho e palavras nesse momento. Mas também com algum gesto. Possivelmente, nós lá da China, possamos fazer também nesse momento tão difícil do futebol, numa situação tão diferente, que nós nunca imaginávamos. Um abraço a todos vocês - disse Felipão, técnico do Guangzhou Evergrande, da China.

Ao todo, 71 pessoas faleceram no avião que levava a delegação da Chapecoense para a cidade de Medellín, visando o jogo de ida da final da Copa Sul-Americana.

Entre as vítimas estão 19 jogadores do elenco da Chape, além de Caio Júnior e outros integrantes da comissão técnica. Diretores do clube e jornalistas também estão na lista de mortos.