LANCE!
17/05/2016
23:04
Barcelona (ESP)

Tradicionalmente conhecido como "primo pobre" do Barcelona, o Espanyol, agora sob o comando do magnata chinês Chen Yansengh, tem um ousado projeto para tornar-se grande. A ideia do dirigente é que seja uma espécie de Manchester City da Catalunha: conhecido como time pequeno da cidade, mas que agora está no mesmo patamar do rival, neste caso, o Manchester United. E de acordo com a imprensa espanhola, os primeiros objetivos são Jorge Sampaoli e Balotelli.

De acordo com o "Mundo Deportivo", Sampaoli e Espanyol já estão conversando há algum tempo. Desempregado desde que deixou a seleção chilena como campeão da Copa América, o treinador argentino ainda não acertou com ninguém, e tem vontade de trabalhar na Europa.

O problema é que ele tem uma outra proposta da Lazio em cima da mesa, e ainda não se decidiu. Na semana passada, dirigentes do clube catalão foram até Roma para uma reunião com Sampaoli, e as conversas teriam sido boas. Mesmo assim, não há tanto otimismo por um acerto na Catalunha.

Chen Yansengh assumiu o Espanyol definitivamente em janeiro deste ano, quando foi nomeado presidente do clube. Trata-se do dono da Rastar Group, gigante dos jogos eletrônicos, e é dono de uma fortuna de mais de 1,06 bilhão de euros (R$ 4,1 bilhões). Segundo a revista "Forbes, é o 254º homem mais rico do mundo.

Jorge Sampaoli, técnico do Chile (Foto: Ramon Bitencourt/LANCE!Press)
Sampaoli saiu do Chile (Foto: Ramon Bitencourt/LANCE!Press)

E para ganhar destaque e ser notícia, pretende levar Balotelli. Emprestado ao Milan na última temporada pelo Liverpool, o italiano tem o futuro indefinido. O Rossonero ainda não definiu se quer comprá-lo, e dificilmente Jürgen Klopp dará chance ao atacante.

Segundo a RAC1, ele teria entrado na lista de contratações do Espanyol como prioridade. A esperança da diretoria é que indo para um clube de menor projeção, pelo menos por enquanto, ele tenha a tranquilidade para reencontrar o seu melhor futebol. Nesta temporada, fez só três gols.