HOME - Hamburgo x Bayern de Munique - Campeonato Alemão - Lewandowski (Foto: John Macdougall/AFP)

Camisa de jogo do Bayern de Munique segue com o T-Mobile (Foto: John Macdougall/AFP)

LANCE!
27/01/2016
09:11
Munique (ALE)

Um dos clubes mais ricos do mundo, o Bayern de Munique acaba de anunciar mais um acordo para encher ainda mais os seus cofres. Os bávaros assinaram um contrato com o Aeroporto Internacional Hamad de Doha (HIA) para estampar sua marca na camisa de treino. A oficialização foi feita nesta quarta-feira no Qatar, em mais um empreendimento de olho na divulgação do país que será sede da Copa do Mundo de 2022. Isso pode fazer com que o Barcelona fique sem patrocinador em breve.

Quem negociou com o Bayern de Munique foi Hassan Althawadi, principal responsável pela organização da Copa e um dos homens de confiança do emir do Qatar, Tamim bin Hamad Al Thani. O clube vai receber 15 milhões de euros (R$ 66 milhões) por temporada apenas pela camisa de treino. Para se ter uma ideia, o Corinthians tem o maior patrocínio master do Brasil, e leva R$ 30 milhões de Caixa. Isso para o uniforme de jogo em seu espaço mais nobre.

- Estou empolgado em dar as boas-vinas ao Aeroporto de Doha, um patrocinador na indústria do turismo. Essa parceria é outro passo na estratégia de internacionalização. Parte da nossa cooperação é apoiar projetos sociais e dialogar com a comunidade - disse Karl-Heinz Rummenigge, presidente e ex-jogador do Bayern de Munique.

Além de estampar a marca do HIA na camisa de treino, o acordo prevê ainda colaborações na área esportivo. Isso inclui a possibilidade de que profissionais do Bayern de Munique auxiliem os do Qatar no futebol.

Quem pode sentir os reflexos deste acordo é o Barcelona. Afinal, o dinheiro que sai do HIA é o mesmo do Qatar Airways, que patrocina o clube catalão. O contrato com os catalães termina no meio deste ano, e havia uma promessa de prolongamento antes das eleições do Barça, mas agora a figura muda.