Messi Neymar e Cristiano Ronaldo (foto:PIERRE-PHILIPPE MARCOU, JOSEP LAGO, ANDER GILLENEA / AFP)

Messi Neymar e Cristiano Ronaldo tiveram um 2015 excelente (foto:PIERRE-PHILIPPE MARCOU, JOSEP LAGO, ANDER GILLENEA / AFP)

RADAR/LANCE!
11/01/2016
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo. Um deles sairá nesta segunda-feira de Zurique, na Suíça, com a Bola de Ouro de Melhor Jogador do Mundo em 2015. O LANCE! analisou o desempenho de cada um e escolheu pontos altos e baixos do trio durante o período e que pode ser decisivo na eleição. Confira abaixo:


MESSI
ALTO
Messi balançou as redes 52 vezes em 61 partidas durante o ano de 2015. Menos do que Cristiano Ronaldo. Porém, sempre participou mais da partida e foi o grande craque do ano incrível do Barcelona, em que conquistou cinco títulos. É concorrente ao Prêmio Puskas pelo golaço que fez na final da Copa do Rei contra o Bilbao, e ainda arrebentou na semifinal contra o Bayern de Munique. Foi bem na final contra a Juventus, apesar de não ter deixado o dele. Em 2015, chegou ao quinhentos jogos pelo Barça, e comandou um ataque de incríveis 180 gols.

BAIXO
Por conta de uma lesão em setembro, acabou perdendo dois meses do ano. Além disso, sua Copa América não foi das melhores. Marcou apenas um gol, não foi bem na final (derrota para o Chile) e chegou a ser ofuscado por jogadores como Pastore e Di María.


NEYMAR

ALTO
O ano de 2015 foi o momento onde Neymar enfim confirmou que é o craque que sempre prometeu. Foi um grande coadjuvante de Messi, com belos momentos de protagonista nos vários títulos conquistados pelo Barcelona. Foi assim nas quartas de final da Liga dos Campeões, em que marcou três gols no PSG. Repetiu a dose na semifinal contra o Bayern, além de deixar o seu na final contra a Juventus. O momento em que mostrou que de fato é um jogador pronto foi justamente durante a lesão do argentino. Vestiu a camisa de "dono do time" e foi fundamental para manter o ritmo da equipe.

BAIXO
A Copa América de Neymar acaba sendo a sua mancha no ano de 2015. Não só no lado técnico, como psicológico. Marcou na estreia contra o Peru, mas não apenas foi mal na partida seguinte, contra a Colômbia, como entrou em confusão e foi suspenso por quatro jogos, perdendo o restante do torneio e o início das Eliminatórias.


CRISTIANO RONALDO

ALTO
Cristiano tem bons números em 2015. Terminou o ano com a média de um gol por jogo (57 em 57 jogos). Sendo que teve alguns momentos marcantes. Entre maio e junho, chegou a fazer três "hat-tricks" seguidos, sendo dois pelo Real Madrid, e um por Portugal. Além disso, fez cinco na mesma partida duas vezes. Bateu ainda a marca de maior artilheiro da história da Liga dos Campeões, com 88, deixando Messi, com 80, para trás.

BAIXO
Apesar dos números e marcas impressionantes, Cristiano Ronaldo não levou nenhum título em 2015. Ganhou praticamente tudo no ano anterior, mas o Real Madrid ficou devendo na sequência. Além disso, no segundo semestre, ou seja, no início da atual temporada, sumiu nos jogos grandes. Não marcou em jogos contra Barcelona, Atlético de Madrid, Sevilla, Valencia e Paris Saint-Germain.