LANCE!
21/11/2016
14:56
Rio de Janeiro (RJ)

O Fluminense está tendo um fim de Campeonato Brasileiro melancólico, já praticamente sem chances de disputar a próxima Copa Libertadores. Por isso, é hora de começar a se movimentar de olho no mercado para a próxima temporada, mesmo com o nome do futuro presidente sendo escolhido somente no próximo sábado. Na visão dos editores do LANCE! Carlos Alberto Vieira e Eduardo mansell, o Tricolor precisa de reforços para praticamente todas as posição.

- O time que está terminando o ano é mais fraco até do que aquele que começou 2016 e que tinha Diego Souza e Fred, por exemplo. É preciso investir em todos os setores, sendo alguns com jogadores que cheguem para assumir a camisa titular - disse o blogueiro Eduardo Mansell.

Carlos Alberto Vieira concorda, mas lembra que o time já vai ter um salto de qualidade com o volante Jefferson Orejuela e o meia Junior Sonorza, ambos vice-campeões da Copa Libertadores pelo Independiente del Valle, do Equador, e que estão acertados.

- Em todos os setores o Fluminense precisa se reforçar, exceto no gol. Mas vamos lembrar que o Tricolor contratou dois excepcionais jogadores para 2017, Sornoza e Orejuela, que vão dar uma qualidade grande ao meio de campo - disse Carlos Alberto.

NOMES INDICADOS

Na visão de Carlos Alberto Vieira, o Fluminense deve buscar jogadores que estão se destacando pelo país.

- Para a defesa, o Thiego, da Chapecoense, é um bom nome. É preciso mais um volante de qualidade, como Hernani (Atlético-PR). Para o ataque pode se tentar o Kempes ou até mesmo buscar um goleador no mercado internacional - disse Vieira.

Eduardo Mansell concorda com o nome de Thiego e valoriza outras posições.

- Algumas posições são prioridades. Tem a zaga, onde o Juninho, do Coritiba, além do Thiego, é um bom nome. A lateral esquerda, por exemplo. Tentaria o Diego Renan, que vem fazendo um bom ano pelo Vitória e se encaixaria bem em um time de qualidade. Para o ataque um time que perdeu o Fred precisa ser ousado. Tentaria um Diego Tardelli, por exemplo, e mais um goleador daqueles que entra em qualquer time e resolve. O Bruno Rangel, da Chapecoense, parece ter esse perfil - disse Mansell.

O ESQUEMA

Para os dois editores, o esquema de jogo a ser utilizado vai depender das peças.

- O esquema depende do treinador, pode ser um 4-2-3-1, por exemplo - disse Carlos Alberto.

O editor do LANCE! montaria seu time com: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Thiego, Henrique e Giovanni; Jefferson Orejuela, Hernani, Cícero, Gustavo Scarpa e Junior Sonorza; Kempes.

Já para Eduardo Mansell o Fluminense poderia ter Diego Cavalieri, Wellington Silva, Thiego, Henrique e Diego Renan; Jefferson Orejuela, Cícero, Gustavo Scarpa e Junior Sonorza; Diego Tardelli e Bruno Rangel.

SITUAÇÃO DOS REFORÇOS CITADOS:

Thiego: O zagueiro tem vínculo com a Chapecoense somente até o fim do ano

Juninho: O zagueiro renovou contrato com o Coritiba até 2021

Diego Renan: O lateral tem contrato até o fim do ano com o Vitória

Hernani: O volante prorrogou contrato com o Atlético-PR até o fim de 2018

Bruno Rangel: Atacante tem contrato somente até o fim do ano com a Chapecoense

Diego Tardelli: Atacante tem contrato até 2019 com o Shandong Luneng, da China

Kempes: O artilheiro é mais um da Chapecoense com contrato somente até o fim do ano