Luan Peres (Lucas Merçon / Fluminense F.C.)

Luan Peres foi anunciado como reforço do Flu na última sexta-feira (Lucas Merçon / Fluminense F.C.)

Alexandre Araújo
24/04/2018
06:25
Rio de Janeiro (RJ)

Aos 46 minutos do segundo tempo do confronto com o Cruzeiro, Luan Peres estreou com a camisa do Fluminense, apenas dois dias depois de ser anunciado como reforço para o restante da temporada. Pedido por Abel Braga, que gostaria de contar com um defensor que atuasse pelo lado esquerdo, o jogador começou a atuar na zaga de maneira improvisada.

Luan Peres foi criado nas categorias de base da Portuguesa e os primeiros passos no futebol foram na lateral esquerda e até chegou a treinar no elenco profissional dessa forma. Ao ser convocado para integrar o grupo que disputaria o Campeonato Brasileiro Sub-20, mal sabia que a competição mudaria o destino dele no esporte. Por uma necessidade da equipe, foi improvisado na zaga. E o que era apenas um improviso, virou algo definitivo.

Atuando na nova posição, Luan se destacou e chegou, à época, a receber uma sondagem do Villarreal, da Espanha, que tinha enviado um representante ao torneio. Por alguns motivos, a negociação acabou não avançando e o jovem permaneceu na Lusa, onde se tornou profissional e chegou a ser capitão.

- Mesmo jovem, ele já participava de treinos no profissional. Subiu cedo. Depois, desceram ele para jogar no Brasileiro Sub-20 e precisavam de um zagueiro. Foi assim que ele atuou pela primeira vez na posição, já tinha uns 18 anos. Foi muito bem. Se tornou um zagueiro rápido e habilidoso, além de ser canhoto, o que é difícil de achar - lembra Fred Faria, que trabalhou com Luan no início da carreira.

O contrato com a Portuguesa iria até 2018, mas por conta de atrasos salariais, Luan acionou a Justiça e conseguiu o destrato com o clube. Ele se despediu da Lusa e foi para o Santa Cruz.

Chegou ao clube pernambucano em 2016, com 20 anos, com o time comandado por Milton Mendes. O jogador faria a estreia pelo Santa em uma partida contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, mas o falecimento de um familiar muito próximo o abalou e o jovem pediu dispensa da partida para poder estar junto à família. À época, a atitude não agradou alguns membros da comissão técnica, que o afastaram. A situação foi contornada cerca de 20 dias depois, e Luan pôde reintegrar o elenco.

A diretoria do Tricolor do Arruda demonstrou interesse em permanecer com Luan, mas a dificuldade financeira pelo qual o clube atravessava atrapalhou as conversas e o jovem foi para o Red Bull Brasil.

- O Luan chegou para a Série A de 2016, mas teve um problema familiar sério. Na primeira viagem dele, quando faria a estreia, perdeu um ente próximo. Pediu para não atuar e algumas pessoas da comissão técnica não gostaram. Acabou  afastado por alguns dias, mas conseguimos contornar a situação. Depois, teve algumas chances e gostaríamos de ficar com ele, mas o Santa Cruz, pelas dificuldades financeiras, não conseguiu um acordo. Depois, ele acabou indo para o Red Bull - recorda Ataíde Macedo, gerente de futebol.

No ano passado, assinou com o Ituano, que disputaria a Série D do Campeonato Brasileiro, mas logo depois a Ponte Preta apontou que gostaria de contar com o zagueiro e ele foi emprestado à Macaca. Em Campinas, foi titular na campanha do Campeonato Paulista desta temporada e ajudou na conquista do Troféu do Interior - título conquistado após bater o Mirassol por 1 a 0, no Moisés Lucarelli.

Apesar de, atualmente, o lado esquerdo da zaga do Fluminense ser ocupado por Ibañez, o técnico Abel Braga vê que Luan e Ibañez (que se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda) podem atuar juntos e explicou a entrada do recém-chegado no jogo com o Cruzeiro.

- Luan Peres e Ibañez podem jogar juntos. É uma briga boa. É muito bom poder ter números. Estamos tendo tempo de trabalho, mas vai chegar um momento que não teremos muito tempo, amarelos, contusões. A entrada do Luan foi porque eu precisava ganhar mais um jogador de estatura na área. Ele já estreou vencendo e nos ajudou - disse.

A tendência é que Luan Peres seja apresentado na próxima quarta-feira, juntamente com o volante Douglas Moreira, que estava no Criciúma.