Luiza Sá
23/04/2018
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de uma boa atuação contra o atual campeão brasileiro, o Fluminense voltou a fazer um ótimo jogo contra uma equipe considerada superior. No Maracanã, a equipe de Abel Braga fez valer a alcunha de "Time de Guerreiros" e lutou até o final para vencer por 1 a 0 um ótimo Cruzeiro que pressionou até o final.

A expulsão de Gilberto obrigou o Flu a formar duas linhas de quatro, deixando Pedro mais isolado na frente e abrindo mão do talento de Ayrton Lucas na frente. O camisa 9 não se limitou a esperar as bolas chegarem e se doou na marcação durante todo tempo que ficou em campo. As ações foram bastante equilibradas e o tricolor soube se aproveitar de um adversário pouco inspirado.

Como começou:

Como terminou:

Mais frágil, era o momento de não se arriscar e foi isso que aconteceu. O único gol do jogo saiu logo aos três minutos, em uma bola parada cobrada por Sornoza. Pedro, artilheiro da temporada, se apresentou bem e no lugar certo, aproveitando o desvio de Gum. Esse foi o primeiro chute no alvo. O gol era tudo que Abel precisava para, enfim, conseguir colocar sua equipe mais para trás e não correr riscos deixando espaços.

Mesmo com um a menos, o Flu enfrentou o jogo e foi para cima quando precisou. A marcação forte foi o principal artifício para encarar uma partida que se apresentou muito mais complicada do que já era esperado.

A eficiência que o Flu mostrou explorando uma fraqueza apresentada pelo Cruzeiro ajudou a sair com uma vitória maiúscula. Os últimos minutos reservaram fortes emoções e um lance de sorte, quando Arrascaeta e Dedé desperdiçaram uma chance clara. No fim, time aplaudido, torcida satisfeita e o canto de "time de guerreiros" a plenos pulmões.