Marcão - Fluminense

Marcão terá a responsabilidade de comandar o Tricolor diante do Friburguense (Foto: Paulo Sérgio/Lancepress!)

Patrick Monteiro
02/03/2016
09:45
Rio de Janeiro (RJ)

Há sete dias, o Fluminense era derrotado pelo Botafogo em Cariacica (ES), dando início a uma onda de demissões nas Laranjeiras. Caíram o técnico Eduardo Baptista e o vice-presidente de futebol Mário Bittencourt, além do afastamento do então diretor de futebol Fernando Simone - já substituído pelo ex-Internacional Jorge Macedo. Nesta quarta-feira, às 21h45, no Eduardo Guinle, em Nova Friburgo, o Tricolor das Laranjeiras visita o da Serra, em jogo da penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Carioca, com transmissão em Tempo Real do site LANCE! O confronto contra o Friburguense, que tem o mesmo objetivo, pode encaminhar ou complicar a classificação dos visitantes.

Ainda sem um substituto para a vaga do xará do estádio (Eduardo Baptista), o Flu será comandado pelo auxiliar-técnico Marcão. Ídolo do clube, o ex-volante já treinou Bangu, Bonsucesso e River-PI e promoveu treinos nas Laranjeiras. Porém, jamais esteve à beira do gramado com a incumbência de ser o principal responsável dos profissionais do Tricolor.

- Na verdade, o que passamos (para os atletas) é que temos que fazer o nosso. Sabemos que o presidente (Peter Siemsen) vem trabalhando um nome para nos ajudar. Amanhã (quarta) estaremos lutando por uma classificação e eles (jogadores) entenderam a situação. Dentro de campo, temos que resolver - disse Marcão.

Para este duelo, ele deverá optar pelas entradas do zagueiro Marlon e do volante Edson nos lugares de Renato Chaves e Douglas, respectivamente. Em relação ao time que perdeu o clássico, haverá outras duas mudanças: Marcos Junior volta depois de cumprir suspensão, levando Osvaldo para a reserva, e Fred - diagnosticado com um edema na coxa esquerda - é ausência pelas próximas três semanas. Quem ganha a cadeira vazia é o lateral-esquerdo Giovanni, já que Gustavo Scarpa retornará ao meio de campo. Assim a equipe das Laranjeiras vai a campo com: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Henrique, Marlon e Giovanni; Pierre, Edson, Cícero, Gustavo Scarpa e Marcos Junior; Diego Souza.

- Eu acredito muito na intensidade. Acredito que, com o Gustavo (Scarpa) jogando com o Marcos Junior, a gente consiga isso. Apostei numa segurança defensiva com Edson e Pierre. E velocidade no ataque - justificou suas escolhas o treinador interino.

Com sete pontos e uma partida a menos em relação aos rivais da chave, o Fluminense é o quarto colocado do Grupo A - limite da zona de classificação. Cabofriense e Portuguesa vêm logo atrás, com a mesma pontuação, mas levando grande desvantagem no saldo de gols. Quatro dos oito times de cada grupo avançam.