Técnico Eduardo Baptista exaltou postura do Flu no Mineirão (Foto: Nelson Perez / Fluminense F. C.)

Técnico Eduardo Baptista exaltou a dupla Fred e Diego Souza no Fluminense (Foto: Nelson Perez / Fluminense F. C.)

LANCE!
19/02/2016
19:59
Rio de Janeiro (RJ)

Brasília receberá o primeiro Fla-Flu do ano. O clássico, válido pelo Campeonato Carioca, será disputado no Mané Garrincha, domingo, às 19h30. A não utilização do Maracanã - cedido aos Jogos Olímpicos - no Estadual vem obrigando os clubes a realizarem longas viagens, gerando desgaste. Neste sábado, haverá um show da banda inglesa Rolling Stones no estádio, mas os jogos de futebol seguem longe do palco da final da última Copa do Mundo. Para o técnico Eduardo Baptista, esse não é o cenário ideal, porém tem de ser superado pelo Fluminense.

- Infelizmente, aconteceu isso no Rio. Não é o certo. O que batemos na tecla é não usarmos isso como muleta. A logística está sendo muito boa para tentar amenizar um pouco. O Sport sofre com isso (viagens) e nem por isso deixou de fazer uma grande campanha no ano passado - comentou o treinador que dirigiu o time pernambucano antes de chegar às Laranjeiras.

No duelo com o rival rubro-negro, Baptista terá a volta de Fred. Suspenso, o atacante ficou de fora da partida diante do Cruzeiro, em Belo Horizonte (MG). Mas a punição de cinco jogos é válida apenas na Primeira Liga. Portanto, o artilheiro do Carioca (seis gols) estará em ação. E, ao lado dele, um certo camisa 10 deverá dividir as preocupações da defesa oponente.

- Com a chegada do Diego (Souza), que tem o mesmo peso e pode nos ajudar tanto quanto o Fred, isso divide. Talvez esse número de gols (16 nos últimos seis jogos) que fizemos tenha muito a ver com isso. Você tem que marcar os dois. Não dá para colocar dois em cima do Fred e deixar o Diego livre, por exemplo - destacou o treinador.

Eduardo Baptista ainda não decidiu quem sairá da equipe que derrotou o Cruzeiro para a volta do camisa 9. No fim da atividade desta sexta, Fred pediu proteção para uma bolha no pé. Ele retornou aos trabalhos, porém deixou o gramado antes dos demais, incomodado. A tendência é que o Tricolor vá a campo com: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Henrique, Marlon e Giovanni; Cícero, Pierre e Diego Souza; Marcos Junior, Gustavo Scarpa e Fred.