Campeonato Carioca - Flamengo x Boa Vista

(Foto: Paulo Sérgio/Lancepress!)

LANCE!
31/01/2016
10:00
Rio de Janeiro

O técnico Muricy Ramalho lamentou o fato de ter poucos jogadores à disposição para o meio de campo na partida contra o Boavista, no sábado. O treinador do Flamengo, porém, espera que o cenário mude para a próxima partida, contra o Macaé, na quarta-feira, no Moacyrzão. Ele espera contar com as voltas de Gabriel e Emerson Sheik. Além disso, torce para que Alan Patrick e Mancuello já estejam com toda a documentação regularizada junto à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

Gabriel e Sheik foram poupados na estreia no Carioca por conta de um grande desgaste muscular. Já Alan Patrick e Mancuello, foram transferências internacionais, uma vez que o primeiro renovou empréstimo e está ligado ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e o segundo foi contratado junto ao Independiente, da Argentina.

- Faltou peça no setor de meio-campo. Estávamos com dificuldades e tentamos algumas mudanças. Everton estava esgotado, Cirino pediu para sair... Mas vamos achando e conversando com jogadores. A intenção é essa (ter os quatro jogadores à disposição), mas depende do departamento médico (os casos de Gabriel e Sheik). Realmente, a pré-temporada foi dura e é perigoso. E vai depender se os estrangeiros vão ter condições de jogo. Vamos esperar, mas se tiverem bem, devem jogar - disse o comandante.

No empate em 1 a 1 com o Boavista, o Flamengo começou o jogo com a formação baseada no 4-3-3, tendo Márcio Araújo, Willian Arão e Chiquinho, no meio de campo, e um setor ofensivo formado por Marcelo Cirino, Everton e Guerrero. O atacante peruano abriu o placar ainda no primeiro tempo, mas, em uma falha da defesa rubro-negra, o Boavista chegou ao empate com Leandrão.