HOME - Flamengo x Boavista - Campeonato Carioca - Willian Arão e Guerrero (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Willian Arão (à esquerda) comemora gol do Flamengo com Guerrero (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

LANCE!
30/01/2016
22:21
Mesquita (RJ)

O empate com o Boavista, após abrir o placar e dominar boa parte das ações do jogo, não estava nos planos do Flamengo. O resultado fez com que o zagueiro Wallace, que estava marcando Leandrão, autor do gol do Boavista, fosse muito vaiado pela torcida. Na saída de campo, o capitão preferiu não comentar os protestos da torcida, mas o volante William Arão, por outro lado, fez questão de ressaltar que a falha foi coletiva.

- Demos bobeira e levamos um gol. Sabíamos que a jogada perigosa deles era a bola na área e não marcamos corretamente. Toda falha é coletiva. Não marcamos como um time e sofremos o gol - disse o camisa 5 rubro-negro, que completou:

- (Wallace) É o nosso capitão, jogador experiente. Tive com ele na época do Corinthians e agora aqui no Flamengo. O time vai dar apoio a ele. Todo jogador já passou por isso e a única forma de mudar essa situação é trabalhando.

Arão salientou ainda que a equipe de Muricy Ramalho teve oportunidades de sair da partida com os três pontos.

- Tivemos inúmeras chances de fazer o gol e tínhamos de ter aproveitado as oportunidades que apareceram. Não fizemos isso e demos bobeira ao levar o gol. Agora, é acertar o que tem de ser acertado - avisou.