Inglaterra x Russia

Apenas nos primeiros quatro dias de Eurocopa, policiais prenderam 323, sendo que 11 já estão condenados (três pediram reavaliação). A maioria são russos e ingleses, brigões de sábado (Foto: V. HACHE/AFP/Lancepress!)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
16/06/2016
08:19
Lens (FRA)


O Ministério do Interior da França divulgou a sua primeira avaliação sobre os incidentes que ocorreram na Eurocopa durante os quatro primeiros dias da competição, a primeira rodada. Foram 323 detidos. Deste total, 196 ainda estão sob custódia polícial e 11 já foram condenados (três russos apresentaram recursos que serão julgados até a próxima sexta-feira).

Entre os que estão sob custódia aparece o nome de Chpryguine Alexander, presidente da Associação dos torcedores russos. Alexander, por não ter sido filmado nas brigas que ocorreram entre russos e ingleses em Marselha no sábado passado, não corre risco de ser condenado de dois a cinco meses de prisão em regime fechado. Porém, juntamente com outras 24 pessoas,  será deportado nos próximos dias.

Os deportados, além de multas que variam de acordo com a gravidade das ações, serão proibidos de voltarem à França num período que vai de dois a três anos.