Apresentação - Inglaterra x Islândia

Inglaterra encara a Islândia em busca de uma vaga nas quartas de final

LANCE!
27/06/2016
07:50
Nice (FRA)

A primeira Eurocopa da Islândia já pode ser considerada um sucesso. A equipe conseguiu a classificação para as oitavas de final e vai enfrentar hoje a favorita Inglaterra, às 16h (de Brasília), em Nice. O duelo pode ser taxado como desigual. De um lado, os astros ingleses da Premier League, como Rooney, Kane e Hart, que não brilharam na fase de grupos. Do outro, jogadores bem mais modestos.

– Nossos jogadores já ganharam o apreço de todos nossos torcedores com que fizeram, mas, se ganharmos da Inglaterra, nossas vidas vão mudar, e a forma como se vê nosso futebol também – disse o técnico Heimir Hallgrimsson.

A Islândia tem outra peculiaridade. A seleção tem dois treinadores. Além de Hallgrimson, Lars Lagerback também comanda a equipe. E o sueco foi elogiado pelo técnico da Inglaterra, Roy Hodgson.

- Ele merece uma estátua por sua grande contribuição para o futebol da Islândia. Há muito tempo, esse time vem sendo tremendamente difícil de bater. As possibilidades de quem façam uma estátua para ele são bem maiores que façam uma para mim na Inglaterra. Não conheço o outro treinador, que tenho certeza que tem um papel muito importante no time também, mas a experiência e a sabedoria de Lagerback são decisivas.

Roy Hodgson - Inglaterra
Hodgson só quer a vitória (Foto: Handout / Getty Images Europe / AFP)

A Inglaterra entra como favorita no confronto. A eliminação pode custar o emprego de Roy Hodgson, uma vez que o English Team é franco favorito para o duelo em Nice.

- Cada resultado é importante para um treinador, e o jogo de amanhã é importante tanto para a equipe quanto para a moral do país. Creio que todos querem que eu siga no cargo.

Islândia x Áustria
Islândia eliminou a Áustria no Grupo F (Foto: AFP/TOBIAS SCHWARZ)

Apesar da diferença técnica entre as duas seleções, Roy Hodgson acredita que a partida será bastante complicada para a Inglaterra.

- Não conheço o povo islandês, mas conheço sim os outros nórdicos, e creio que a determinação que eles têm vem das duras condições em que vivem, o que é um fator importante em seu progresso. Aceitamos a condição de favoritos, mas não esperamos uma partida fácil - disse o treinador da Inglaterra, que começou sua carreira no Halmstad, da Suécia, em 1976.