Matías Pisano - Cruzeiro (Foto: Divulgação)

Empresa deixaria de ser patrocinadora máster para ser ocupada pela Caixa (Foto: Divulgação)

RADAR / LANCE!
25/01/2016
15:56
Belo Horizonte (MG)

A mudança de patrocinadores no uniforme do Cruzeiro não foi bem vista por uma das empresas que tinham vínculo com o clube. Em nota oficial emitida na tarde desta segunda-feira, a Supermercados BH rompeu com a Raposa, por "desalinhos comerciais e negligência da parte comercial/marketing":

O acordo foi rompido no mesmo mês em que a rede de supermercados deixou de ser a patrocinadora máster. O local será ocupado a partir deste ano pela Caixa Econômica Federal.

A ideia inicial era de que o Supermercados BH passasse a estampar a parte de trás dos uniformes dos jogadores celestes, ficando abaixo dos números. Porém, o projeto não vingou. Mesmo com a empresa "reiterando sua insatisfação com a diretoria do Cruzeiro" em nota, o clube emitiu um comunicado no qual destaca a parceria: 

"O Cruzeiro Esporte Clube agradece à rede de Supermercados BH pela parceria de longos anos, que possibilitaram diversos contratos de patrocínio na área do futebol. O Cruzeiro esclarece ainda que o clube continuará aberto a futuras parcerias com os Supermercados BH, mantendo os laços de cooperação e respeito que sempre existiram entre as partes".

CONFIRA A NOTA OFICIAL DOS SUPERMERCADOS BH

Em respeito à torcida do Cruzeiro Esporte Clube e a todos os cidadãos que gostam de futebol e, ainda, aos consumidores da nossa Rede de Supermercados que prezam pela relação com os times mineiros, vimos a público informar sobre a nossa rescisão contratual com o Cruzeiro Esporte Clube a partir de hoje, 25 de janeiro de 2016.

O motivo do encerramento da parceria se deu por desalinhos comerciais e negligência por parte do departamento comercial/marketing. Deixamos claro que durante os anos de relacionamento com o Cruzeiro, a nossa principal motivação foi impulsionar o time de grande história alicerçada por uma gestão mais comprometida com todos nós na nação celeste, investidores e torcedores.

Aos cruzeirenses, nosso respeito e consideração, sempre!

À diretoria do CEC e gestores envolvidos, reiteramos nossa insatisfação.