Gabriel Carneiro
07/10/2017
13:29
São Paulo (SP)

Foi às custas de muito improviso que o técnico Fábio Carille comandou o treino do Corinthians neste sábado, no CT Joaquim Grava. Com quatro dos cinco zagueiros do elenco indisponíveis por diversas razões (veja mais abaixo), o treinador precisou improvisar três jogadores de outras posições na zaga: Ameixa e Gabriel, volantes, e Moisés, que é lateral-esquerdo. Pedro Henrique foi o único zagueiro de origem a participar dos trabalhos com bola.

Em um treinamento técnico em espaço reduzido, a zaga titular foi formada por Ameixa e Pedro Henrique e a dupla reserva foi Gabriel e Moisés. Veja as razões que impediram os outros quatro zagueiros do elenco de participarem da movimentação deste sábado:

- Balbuena está com a seleção do Paraguai nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Ele foi titular no primeiro de dois jogos que terá nesta sequência e só retorna à rotina do Corinthians na quarta-feira. Ele é dúvida para enfrentar o Coritiba às 21h;

- Pablo não treinou em campo neste sábado porque precisou fazer trabalhos de reforço muscular na academia. Dono de histórico de lesões, o camisa 3 sempre é alvo desse tipo de cuidado especial;

- Léo Santos participou apenas de uma parte do treinamento, que teve aquecimento e trabalhos físicos comandados por Walmir Cruz. Depois, na hora dos trabalhos técnicos, ele fez novas atividades mais leves com o preparador físico Fabrício Ramos. Ele está recuperado de dores no púbis, mas ainda tem restrições físicas antes de ficar totalmente à disposição de Carille;

- Vilson fez trabalhos no laboratório R9, de biomecânica, neste sábado. Ele segue tratando uma grave lesão no joelho direito que foi operado em março e impediu seu retorno até agora. Ele já esteve perto de voltar, mas hoje não existe uma previsão dos departamentos médico e físico.

O excesso de problemas com zagueiros ao longo da atual temporada já era previsto pelo técnico Fábio Carille, que não foi atendido em seus pedidos por mais um reforço da posição - o Corinthians negociou com Leandro Castán, Anderson Martins e Emerson Santos, mas não levou nenhum. Para 2018, o clube já se movimenta no mercado em busca de soluções.