Alexandre Pato - Corinthians (Foto: Tom Dib/ LANCE!Press)

Emprestado ao São Paulo, Pato não deve ficar no Corinthians em 2016 (Foto: Tom Dib/ LANCE!Press)

LANCE!
06/11/2015
16:02
São Paulo (SP)

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, tem plena certeza de que Alexandre Pato será negociado na próxima temporada. O atacante, que pertence ao Timão, está emprestado ao São Paulo até o fim deste ano e, a princípio, não está nos planos do Alvinegro, clube o qual deixou, há quase dois anos, com problemas com os torcedores.

- Tenho plena certeza que ele será vendido. Nenhum clube procurou o Corinthians para perguntar quanto custa o Alexandre Pato. O agente dele está fazendo uma ronda na Europa e ele está sendo bem recebido. Ele tem todos os requisitos para jogar em um grande clube e por isso tenho certeza de que ele será vendido -  disse o presidente em entrevista ao Sportv.

Andrade também falou a respeito da decisão de negociar Emerson Sheik e Paolo Guerrero, nomes que marcaram a vitoriosa campanha corintiana nos últimos anos.  Ele admite ter ficado aliviado com os bons resultados que o Corinthians teve sem eles.

- Foi um alívio maior, mas eu não estaria arrependido pelo que eu fiz. Eu não estou aqui para agir como torcedor, o meu compromisso é com o Corinthians como um todo, não com um jogador. O fato do Corinthians ter chegado onde chegou sem o Guerrero é um alivio, não tenha dúvida  - analisou.

Roberto de Andrade falou sobre a reação da torcida em vaiar o peruano, quando o Corinthians recebeu o Fla na Arena e venceu por 1 a 0, no mês passado. O presidente não mostra mágoas quando perguntado sobre a declaração de Guerrero de que não deixaria o Timão para se transferir a um outro clube brasileiro.

- São palavras que ele mesmo disse, que nunca jogaria em outro clube brasileiro, não fosse o Corinthians. Acabou indo para o Flamengo, mas faz parte da torcida vaiar. Mas, enquanto foi jogador do Corinthians foi muito profissional.

Sobre as futuras contratações, o presidente disse ser improvável a vinda de Carlos Tévez, ídolo do Corinthians e atualmente no Boca Juniors. Roberto de Andrade não citou outros nomes, mas disse que não vai se acovardar caso seja necessário fazer um grande investimento.

- O Corinthians é um clube grande e precisa de grandes jogadores - finalizou.