Corinthians x Cobresal

Voleio aos 38 minutos do primeiro tempo ajudou Timão a golear na Arena (Foto: Marcos Bezerra/FuturaPress)

Gabriel Carneiro
21/04/2016
15:39
São Paulo (SP)

Em sua estreia na Copa Libertadores com a camisa do Corinthians, Marlone viveu uma noite de protagonista e marcou dois gols nos 6 a 0 anotados diante do Cobresal (CHI) na última rodada da fase de grupos da competição continental. Um dos gols foi de cabeça, logo aos oito minutos do primeiro tempo, após desvio de Balbuena, e o outro uma obra de arte: após cruzamento de Edilson, o camisa 8 dominou no peito e acertou um belíssimo voleio no gol de Cuerdo. A jogada ajudou Marlone a ser eleito o melhor em campo nesta quarta-feira, mas não é nenhuma novidade na trajetória do jogador de 24 anos.

Em 2013, quando havia defendia o Vasco, Marlone foi convidado pelo fisioterapeuta Bruno Mazziotti, ex-funcionário do próprio Corinthians,  para participar de um programa do canal Discovery chamado "Futebol 360: Jogadas de mestre", gravado naquele ano e exibido em 2014. O programa, que buscava apresentar aspectos técnicos do esporte de maneira científica, foi apresentado por Mazziotti e também pelo ídolo corintiano Marcelinho Carioca, e teve participações de jogadores como Thiago Ribeiro, Deivid (hoje técnico do Cruzeiro) e até Cássio, goleiro do Timão. No capítulo de Marlone, sua "jogada de mestre" era justamente o voleio. Contra o Cobresal, a execução da aula, que rendeu até campanha do Timão.

Pelas redes sociais, o Corinthians colocou Marlone como candidato ao Prêmio Puskas, concedido pela Fifa ao gol mais bonito da temporada e título atualmente "defendido" pelo Brasil, já que o último vencedor foi Wendell Lira. 


- Na véspera do jogo a gente ficou treinando chute ao gol, às vezes a bola vinha alto para dominar e chutar, e foi um arco forte do Edilson, em que a bola veio e descaiu. Foi muito rápido, você tem que dominar já pensando em alguma coisa. Só deu tempo de dominar e girar. Fui feliz de ter feito o gol e ajudado a equipe naquele momento - explicou Marlone, o especialista em voleios do Corinthians.

Contratado no início da temporada, Marlone entrou em campo em apenas seis jogos oficiais, sendo dois como titular, contra Capivariano, no Paulistão, e Cobresal, na Libertadores. Na Arena Corinthians, fez os primeiros gols com a camisa alvinegra, e se mostrou opção viável para o técnico Tite na concorrência com Lucca atuando aberto pela esquerda, no 4-1-4-1.

O baixo número de jogos na temporada é explicado em razão de uma entorse no tornozelo esquerdo que o afastou de dez compromissos, entre Paulistão e Libertadores. Agora, o próprio jogador nutre expectativa de mais oportunidades, e Tite dá confiança ao camisa 8 nesta busca.

Marlone na TV
Marlone em programa de TV gravado em 2013 (Foto: Reprodução)

- Quando faço trabalho de finalizações, trabalhamos a velocidade, a tomada rápida de decisão. No jogo não vai ser lento, então essa capacidade de treinamento ajuda. Mas independente disso foi um golaço, p... que pariu... - brincou o treinador, sobre o golaço, antes de completar:

- Todos aproveitaram a oportunidade. Que bom! Meu orgulho é poder dar atenção e respeito igual a quem não vem jogando e na hora eles aproveitam. É muito fácil o titular do momento, ele está jogando. Agora para quem não está jogando vai bem, o técnico vai dormir com felicidade danada. É assim que eu vou dormir, Marlone - disse, se dirigindo ao camisa 8 em coletiva na última quarta.