Jadson, do Corinthians

Meia tem oito gols e cinco assistências ao longo da temporada. Ele jogou 39 partidas (Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro
05/10/2017
18:24
São Paulo (SP)

Titular mais velho do Corinthians na temporada, o meia Jadson completou 34 anos nesta quinta-feira e ouviu palavras de incentivo de seus companheiros. Apesar da má fase técnica atestada pelos torcedores e pelo próprio técnico Fábio Carille, o camisa 10 ainda dispõe de muito prestígio dentro do elenco e seguirá como titular, conforme indicou o treino desta quinta-feira no CT Joaquim Grava. Para o zagueiro Pedro Henrique, é o certo a se fazer.

- Ele é muito importante, ali pela ponta é um falso ponta que vem para o meio e ajuda muito em campo e fora. Ele ganhar confiança, como foi no treino hoje, é porque nas próximas partidas vai desempenhar o melhor papel e ser aquele Jadson que todos gostam de 2015, do começo do campeonato. Vamos deixar que tudo se desenrole naturalmente - comentou o reserva da defesa.

A confiança ganha no treino a que se refere Pedro Henrique não é só pela escalação como titular. O meia fez um golaço já nos últimos minutos da atividade técnica comandada no CT: ao receber passe de Clayson do lado esquerdo, o camisa 10 ajeitou e bateu de chapa na bola, que tomou o ângulo do gol defendido por Matheus Vidotto. O lance arrancou aplausos durante o treino, que logo depois foi encerrado por Carille.

Curiosamente, Jadson atuou em duas posições diferentes no treino do Corinthians. Ele iniciou como ponta-direita, como é hábito desde 2015, mas terminou centralizado no meio, posição geralmente desempenhada por Rodriguinho, que foi recuado para segundo volante para o time ser mais ofensivo.

Jadson deve ser titular do Corinthians na próxima quarta-feira, às 21h, contra o Coritiba, pela 27ª rodada do Brasileirão.